Você está em: Início / Tag / Zachary Levi

Alias Grace

Por 3934 Acessos

Alias Grace

Minha Classificação:
Alias Grace - 2017 The Movie DB
de Sarah Polley
Status: 1 temporada (finalizada)
Episódios vistos: 6
Elenco: Sarah Gadon, Edward Holcroft, Anna Paquin, Rebecca Liddiard, Kerr Logan, Zachary Levi
Gênero: Crime, Drama
Canal Original: Canadian Broadcasting Corporation
Canal no Brasil: Netflix
Duração do Episódio: 45 minutos
Assistir Alias Grace online: Netflix

A série é baseada no livro de mesmo nome (lançado no Brasil como “Vulgo Grace”) de Margaret Atwood, mesma autora de O Conto de Aia (The Handmaid’s Tale). Livro e sua adaptação são baseados na história real de Grace Marks que foi acusada de assassinato no século XIX. A série começa quando o Dr. Simon Jordan é contratado por um grupo que acredita na inocência de Grace e pede ao psicólogo para ajudá-los a provar. A série foi criada pela Sarah Polley que eu conheço dos trabalhos como atriz em Minha Vida Sem Mim e Madrugada dos Mortos.

Eu assisti o primeiro episódio e, apesar de saber que ao todo são apenas seis episódios, fiquei com vontade de desistir. A ideia da série é ótima, eu não conhecia a da vida real e fiquei muito curiosa, mas o maior problema que eu tive no início foi a atuação da protagonista. Grace é uma personagem misteriosa e o espectador não sabe se pode ou não confiar no que ela fala, mas a atriz não demonstra nenhuma expressão no olhar ou de nenhuma outra maneira. Não conheço muito bem o trabalho da Sarah Gadon então não sei se essa foi uma escolha (estranha) para a protagonista ou se ela não foi realmente capaz de demonstrar o que precisava. Independente de ter sido proposital ou não, isso me incomodou muito e não consegui simpatizar ou torcer pela Grace, pelo menos não num primeiro momento.

Apesar de não ter sido conquistada logo de cara, insisti e no terceiro episódio acho que a série começou a fluir melhor e a partir daí eu comecei a aproveitar mais a história e acabei sendo recompensada por uma narradora em quem eu não podia confiar e um final bonito de se ver com todos os elementos que me fazem feliz. O desfecho inclusive traz umas revelações interessantes que eu ainda não sei dizer se aconteceram também na história real, assim que acabar de escrever aqui vou pesquisar mais sobre a Grace Marks real porque é tudo interessante demais para eu deixar passar.

Alias Grace, diferente de The Handmaid’s Tale não dá um show na fotografia e direção (nem na atuação da protagonista) e se garante apenas na história que conta. Os seis episódios foram suficientes para tudo o que precisava ser contado e não notei nenhuma cena que existisse só para passar o tempo e achei todos os acontecimentos importantes para a trama. O final ficou bem resolvido, mas acho que algumas pessoas vão terminar querendo mais respostas do que a série está disposta a oferecer. Eu particularmente gostei muito de como terminou e essa é uma parte que eu não mudaria. Apesar de não ser uma série 5 estrelas, na minha opinião, merece uma chance e acho que vale a pena já que é super curtinha e tem uma história que se torna ainda mais surpreendente se você mantiver em mente que é real.

Enrolados

Por 4809 Acessos

Enrolados

Minha Classificação:
Enrolados The Movie DB
de Nathan Greno, Byron Howard
Título Original: Tangled
Roteiro: Dan Fogelman (roteiro), Jacob Grimm (based upon the fairy tale "Rapunzel" by), Wilhelm Grimm (based upon the fairy tale "Rapunzel" by)
Elenco: Mandy Moore, Zachary Levi, Donna Murphy, Ron Perlman
Estreia: 24 Nov 2010
País: USA
Gênero: Animation, Aventura, Comédia
Duração: 100 min

A adaptação da Disney do conto dos irmãos Grimm começa contando que Rapunzel (Mandy Moore) possui cabelos mágicos, pois ao nascer, para salvá-la da morte, deram pra ela o chá de uma flor milagrosa. Todos pensavam que isto a salvaria, mas esta flor era usada por Gothel (Donna Murphy) para apagar os sinais da sua idade avançada, então este “roubo” não ficaria barato. Em uma noite Gothel invade o castelo e leva Rapunzel, que ficará presa em uma torre até perto de completar 18 anos, quando um ladrão invade o seu local seguro.

Faz um bom tempo que não assisto animações, ainda mais uma tão boa quanto Enrolados da Disney. Tenho o costume de assistir todos os filmes e séries no idioma original (com legendas, é claro), em  Enrolados  isto se provou algo bom, já que na dublagem brasileira temos o Luciano Huck (sim, eu não resisti em pesquisar e assistir alguns trechos em português), que não fez um bom trabalho, afinal ele está longe de ser ator. Já na dublagem original temos Mandy Moore como Rapunzel se saindo muito bem, principalmente nas músicas (ela é cantora/atriz), e o ator que fez o espião Nerd mais famoso dos seriados (Chuck) Zachary Levi, dando voz ao ladrão Flynn Rider.

A adaptação não escapa de clichês, mas brinca com alguns como a típica frase “Once Upon a Time” (Era uma vez), além de termos a mocinha que se defende sozinha e o mocinho que não é do bem (ele é um ladrão), estas duas últimas não muito recorrentes em filmes com princesas, sendo no mínimo criativo o trabalho feito pelo roteirista Dan Fogelman.

Devido aos personagens muito bons, temos momentos divertidos, principalmente com o cavalo Maximus e o camaleão de estimação da nossa protagonista, além dos de pura emoção como a cena de Rapunzel vendo SPOILER *SELECIONE PARA LER* as luzes de perto pela primeira vez (não consegui segurar o choro).

Leia tudo »