Você está em: Início / Tag / Garota Exemplar

Top 5 – Fui Otária (ou Filmes Com Reviravoltas que eu Não Previ)

Por 2895 Acessos

Quanto mais filme/série/livro a gente conhece, mais difícil fica se impressionar com reviravolta porque a maioria já vimos por aí. No entanto, às vezes surgem uns plot twists maravilhosos e todos os dessa lista me fizeram de otária da primeira vez que vi e tenho certeza se visse hoje em dia seria otária de novo. Ainda bem que eu gosto né?

OBS: Tentei ao máximo não colocar spoilers e faça um favor pra você: não tente prever as reviravoltas.

 

Vidas em Jogo (The Game) – 1997

Nicholas Van Orton (Michael Douglas) é um banqueiro milionário que acorda apreensivo e preocupado no dia em que completa 48 anos de vida. Motivo: seu pai havia se suicidado exatamente com esta idade. O dia de Nicholas, que já começa estranho, piora ainda mais quando ele ganha um presente especial de seu irmão Conrad (Sean Penn): um cartão que lhe dá acesso a um divertimento diferente, completamente inédito, promovido por uma suposta empresa chamada “Serviços de Recreação do Consumidor”. A partir daí, a vida do milionário se transforma num verdadeiro inferno: todos à sua volta parecem querer matá-lo, e nem a polícia é capaz de entender o caso. Diante disso, o perturbado banqueiro percebe que terá de lutar sozinho para se manter vivo.

Esse filme é dirigido pelo David Fincher que já me fez de otária em Se7en, Clube da Luta e Garota Exemplar (acho que não fui otária nos outros dele) então eu já comecei a ver o filme determinada a não passar vergonha. Pois passei. A história começa suave e daqui a pouco vai virando tudo uma bola de neve, aí você pensa que sabe o que tá acontecendo mas não sabe não. E só vai saber nos últimos minutos quando o diretor esfregar a verdade na sua cara. Porra, Fincher!

Leia tudo »

Os Melhores e Piores Filmes de 2015

Por 43869 Acessos

Sabe o que é lindo? Cada uma escolhe seus preferidos e manda por e-mail e no final acabamos escolhendo os mesmos melhores filmes (os piores são diferentes porque cada uma salva a outra desses fiascos) ❤

OBS: Vi tantos filmes ano passado que se eu realmente colocasse aqui todos que amei ou odiei o post ia ficar tão grande que não precisaria mais escrever nada esse ano, então se quiser ver os outros, taí meu perfil no filmow.

Melhores

MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA (Mad Max: Fury Road) – George Miller – 2015

mad_max_fury_road

CIBELE: Fui ver esse filme porque as pessoas não paravam de falar nele, lembrava das propagandas dos outros na TV e por isso minha vontade de ver o novo era -80. Mas antes de correr para o cinema, eu sentei e vi os outros três então fui com expectativas -300, mas saí da sessão gritando apaixonada. George Miller soube como trazer sua franquia pro novo século e tô morrendo de vontade de ver os próximos.

CAMILA: Quando fui ver Mad Max no cinema estava sem expectativas, lembrava remotamente dos filmes antigos e fui acompanhar um entusiasmado namorado com a volta do Max. Mal sabia que iria conhecer a melhor personagem feminina de um filme de ação em muito tempo, nada menos que a Imperatriz Furiosa, e que personagem minha gente, forte, audaciosa, destemida e principalmente humana. A dupla Furiosa + Max funcionou absurdamente bem no filme, afinal eles estão em pé de igualdade em habilidades, não é um interesse amoroso, é uma questão de sobrevivência e confiança que o outro é bom o suficiente para te manter vivo. Com personagens fortes e em enredo bem amarrado, Estrada da Fúria foi o melhor do ano.

MAYRA: O filme que não foi um sucesso tão grande de bilheteria, mas que deixou a internet parada: isso foi Mad Max. Com um personagem já conhecido do público, dessa vez interpretado por *suspiros* Tom Hardy, o filme causou muito rebuliço por ter uma personagem feminina fortíssima, que inclusive tem no título do filme uma alusão ao seu nome. Yas! Yas! Yas! Além de claro, ser muito bem produzido e dirigido, ter umas cenas bem loucas e uma temática muito proveitosa em tempos de crise hídrica e aquecimento global.

STAR WARS: O DESPERTAR DA FORÇA (Star Wars: The Force Awakens) – J.J. Abrams – 2015

star wars force awakens

CIBELE: O que dizer dessa nova trilogia que mal conheço e já considero pacas? Esperava um bom filme (porque J.J Abrams + Star Wars não tem como dar errado) mas não sabia que ia ser TÃO bom. Quero muito rever e saber se a teoria vai se confirmar!

CAMILA: Star Wars foi incrível, não importa se você já era fã, se você nunca viu, ou se pretende começar agora, simplesmente pare tudo o que você está fazendo e vai ver Star Wars. Seria o melhor filme do ano se não fosse por Estrada da Fúria, eu demoro um tempo para digerir os filmes e Star Wars ainda está nesse processo, então não consigo ter uma avaliação crítica confiável nesse momento, a única coisa que posso afirmar é que o filme é sensacional e enfim a força despertou.

MAYRA: Quem segue a gente nas redes sociais sabe que amamos Star Wars e estávamos ansiosíssimas para a estréia desse novo episódio, que dá início a uma nova trilogia da franquia. Confesso que minhas expectativas estavam altíssimas e nossa, o filme superou tudo que eu poderia ter previsto, é apenas incrível! Tem mulher protagonista forte sim, tem negro protagonista também e tem latino sendo o melhor piloto da Resistência. Representatividade total, e claro, sem perder todo o toque legítimo que faz de Star Wars essa força maravilhosa da humanidade (gostaria de aproveitar esse espaço para mandar um beijo para o Adam Driver).

Leia tudo »

Os Melhores e Piores Livros de 2015

Por 50658 Acessos

Para não perder o costume, são livros que lemos no ano, não necessariamente lançamentos de 2015.

Melhores

Capa_Como-eu-era-antes-de-voce2 Sol e para todos.indd Garota-Exemplar
Cibele Camila Mayra

COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ: Esse ano eu li pouca coisa, mais livros bons que ruins, mas sem extremos, não tive nenhum novo favorito nem “odiado”. Como Eu Era Antes de Você foi um dos livros que eu li mais rápido no ano (apesar de já imaginar o final pelos comentários de outras pessoas), literalmente passei um final de semana deitada acompanhando a história. O livro é realmente muito bom e adorei a narrativa, espero poder ler outros da autora em breve.

O SOL É PARA TODOS: Livro incrível, com uma temática forte e necessária, necessária na época em que se passa o livro, necessária na época em que foi lançado o livro e necessária nos dias de hoje. Talvez essa seja a principal qualidade de um clássico, ultrapassar as barreiras do tempo que são impostas em muitas narrativas. Em O sol é para todos acompanhamos a narração da Scout, uma criança, que não tem clareza do que de fato está acontecendo e vai juntando as peças aos poucos, sempre levando em conta os conselhos do seu pai, Atticus Finch (um dos melhores personagens que tive o prazer de conhecer). E será pelo olhos dessa intrépida garota que vamos ver o mundo de forma inocente e simples novamente, e iremos nos perguntar porque tudo é tão complicado quando nos tornamos adultos.

GAROTA EXEMPLAR: Narrativa maravilhosa, personagens fortes e reviravoltas de tirar qualquer um da cadeira. Esse livro é incrível, com uma história que pode parecer convencional até certo ponto, mas que muda de uma tal forma que não há como não cativar o mais ávido leitor (isso só depois do meio do livro, mas né?!). Foi adaptado primorosamente por David Fincher para o cinema e eu recomendo fortemente até o fim dos meus dias (menção honrosa para Lugares Escuros e Objetos Cortantes que também são da autora e também são incríveis). Esse livro ganha o Prêmio Obsessão 2015!

Leia tudo »