Você está em: Início / Tag / A Lista De Brett

A Lista de Brett

por • 6150 Acessos

A Lista de Brett

Minha Classificação:
A Lista de Brett goodreads
de
Publicação: em 2014
Gêneros: ,
ISBN: 9788576862390
Título Original: The Life List
Páginas: 364
Tradução: Ana Death Duarte
Compre em lojas confiáveis:
saraivaculturasubmarinoamericanasshoptimewalmartamazonkindle
A compra pode render comissão ao blog.

Capa original

A mãe de Brett acabou de morreu depois de uma breve batalha contra o câncer, mas antes disso deixou uma grande herança para sua filha atrelada apenas a uma condição: Brett precisa completar uma lista de sonhos criada na adolescência. O problema é que muitos desses sonhos são coisas das quais a Brett já desistiu, como por exemplo ser professora e ter um cavalo, no entanto a mãe era também sua melhor amiga e talvez ela tenha exigido isso por um motivo.

“Mas há um limite para o que as fadas madrinhas podem fazer. Eu acho que cada um tem o poder de realizar os próprios desejos. Só precisamos encontrar coragem para isso.”

Eu adoro esse tipo de história, então desde o lançamento eu estava doida para ler. É óbvio que eu não esperava grandes surpresas, afinal as comédias românticas tendem mesmo a ser previsíveis, mas A Lista de Brett fez algo diferente que me agradou muito: a autora brincou com os clichês e expectativas do gênero para me enganar várias vezes. Isso foi legal porque eu fui trouxa tantas vezes que no final, quando a autora finalmente não resiste e acaba se jogando num clichê, eu já nem esperava mais e fui enganada de novo.

Fora essa brincadeira na narrativa o livro não teve nada de especial. No começo a história é muito cheia de detalhes e passa devagar, mas quanto mais vai chegando próximo ao final mais coisas vão sendo jogadas, do nada aparecem passagens de tempo e em seguida mais uma reviravolta previsível e desnecessária que encheu os últimos capítulos de situações novelísticas que podiam ter dado espaço para explorar melhor outras situações ou as relações da protagonista que foram de extrema importância para a conclusão da história.

“O amor é a única coisa sobre a qual você nunca deve chegar a um meio-termo.”

Ultimamente eu já não estou muito empolgada com livros (isso acontece comigo às vezes) e pra me prender eu preciso de uma história que me deixe interessada o tempo inteiro e A Lista de Brett só conseguiu fazer isso no primeiro capítulo, depois eu não sentia vontade de continuar a leitura e só de lembrar que “teria que lidar” com a Brett já me desanimava. O livro não é ruim, só não tem nada de mais. Os direitos já foram comprados para o cinema e eu gostaria de ver essa adaptação, porém já ciente de que vão ter cortar muita coisa ou fazer uma mudança radical para caber tudo num filme.

0
comentário

#60: A Lista de Brett, Lori Nelson Spielman

por • 5336 Acessos

A Lista de Brett

A Lista de Brett goodreads
de Lori Nelson Spielman
ISBN: 9788576862390
Compre em lojas confiáveis:
saraivaculturawalmartamazonkindle
A compra pode render comissão ao blog.

Primeira frase da página 100:
"Ele levanta uma sobrancelha e abre um sorriso. - Eu conheço apenas a mulher bem-sucedida de hoje, ou melhor, a mulher que você vai ser assim que estiver em seu grande cargo, se for essa a sua escolha."

Do que se trata o livro?
Brett acabou de perder a mãe depois de uma breve batalha contra o câncer. A mãe deixa uma grande herança para cada um dos filhos, mas no caso de Brett o recebimento do dinheiro está atrelado a uma condição: ela tem que realizar todos os sonhos em uma lista de sua adolescência. Brett acha que mudou muito e que não tem mais aqueles mesmos sonhos, mas a mãe era sua melhor amiga e a conhecia melhor do que ninguém, então talvez a lista não esteja tão errada assim.

O que está achando até agora?
Olha, o primeiro capítulo foi uma coisa que eu não esperava. São poucas páginas, 3% do total do livro, mas eu chorei e ri alto. As próximas páginas, até então, continuam nesse ritmo e até agora estou gostando. Não estou totalmente investida nem lendo sem parar, mas é uma leitura agradável.

O que está achando da personagem principal?
Até agora bem neutra e passiva. Serve para carregar esse tipo de história, mas não é meu tipo favorito de protagonista.

Melhor quote até agora:

"(...) saiba que o amor é a única coisa sobre a qual você nunca deve chegar a um meio-termo."

Vai continuar lendo?
Vou porque estou chorando e rindo muito (sim, isso é bom) e porque quero saber se ela vai evoluir tanto quanto espero ao longo da história. Claro que não estou nutrindo esperanças de um final surpreendente porque o que vai acontecer já é óbvio, vou continuar mesmo por causa da narrativa e porque, não vou negar, adoro uma comédia romântica.

Última frase da página:
"Ei, eu não queria te deixar assustada. Ainda sou eu, a Carrie. Você entende isso, não?"

OBS: Estou lendo esse livro em e-book então na verdade não tirei as informações da página 100 e sim da posição 30% do livro no meu Kindle.

1
comentário

Os Melhores e Piores Livros de 2014

por • 6793 Acessos

O ano novo começou, blog voltou e a gente já chega causando polêmica com os melhores e piores do ano passado. Todo o texto abaixo reflete opiniões pessoais. Você tem o direito de ter outra opinião e deixar abaixo nos comentários (com educação, por favor).

Como sempre, são livros que lemos em 2014, não necessariamente lançamentos do ano.

Melhores

Cibele

suicidas_raphael_montes Eleanor-Parl-Raibown-Rowell

SUICIDAS: Eu li Dias Perfeitos do mesmo autor e ao mesmo tempo em que fiquei apavorada/traumatizada, fiquei também maravilhada com a escrita. Já ciente de que Suicidas é um livro super elogiado, decidi arriscar e, olha, que coisa maravilhosa. Não consegui viver até terminar o livro (gargalhando com o final que tava na minha cara o tempo todo e só eu não vi) e resolver todos os mistérios que começam na primeira página. Só sei que desde que li, todas as vezes que alguém me pediu recomendação, não pensei duas vezes e respondi SUICIDAS!!!! (sim, em caps).

A LUA DE MEL: Esse livro se tornou meu favorito da Sophie Kinsella! É engraçado DEMAIS. Sorte a minha que li a maior parte em casa ou ia passar altas vergonhas gargalhando na rua.

Leia tudo »