Você está em: Início / Tag / A Coisa

#58: It: A Coisa, Stephen King

Por 4590 Acessos

It: A Coisa

It: A Coisa goodreads
de Stephen King
ISBN: 9788560280940
Compre em lojas confiáveis:
saraivafnacculturawalmartamazonkindle
A compra pode render comissão ao blog.

Primeira frase da página 100:
[...] Eu jamais colocaria você em uma coisa assim se tivesse um motorista livre, mas dois estão doentes, Demetrios está de férias e todos os outros têm trabalhos marcados. [...]

Do que se trata o livro?
It é o famoso livro de terror de Stephen King que conta a história de uma entidade que ataca adultos e crianças a cada 25, 26 ou 27 anos em Derry, uma cidade estadunidense. Essa entidade quase sempre toma a forma de um palhaço assustador, o Sr. Bob Gray ou Pennywise.

O que está achando até agora?
A história é aterradora. Ler esse livro me deixa, muitas vezes, meio paralisada de pavor, só que é impossível largar a leitura. Tenho muito muito muito medo de palhaço e a narrativa não é típica de livros de suspense comuns em que a tensão é construída: já nas primeiras páginas o leitor lida com Pennywise sendo horrível e isso é bom e ruim ao mesmo tempo porque dá o tom de terror do livro mas choca desde o começo. Às vezes a história se torna muito triste, mas não perde o ritmo em momento nenhum.

O que está achando da personagem principal?
Não é uma protagonista, mas sim um grupo de adultos que estão vivendo suas vidas longe da cidade em que nasceram, mas que têm de retornar à Derry para lidar com A Coisa. Através de flashbacks, temos como eles se conheceram e como tiveram seus primeiros contatos com a entidade, e todos os personagens até agora se mostraram muito plausíveis e com uma essência bem construída (menos A Coisa que quando aparece quase choro).

Melhor quote até agora:

Um local de alimentação para animais. O que está se alimentando em Derry? O que está se alimentando de Derry?

Vai continuar lendo?
Sim! Na verdade não estou na página 100, mas sim na 269 (de 1103) e até agora estou "gostando" muito. As aspas são porque a história é incrivelmente bem montada e desenvolvida, de maneira que enfeitiça o leitor e simplesmente não dá para não querer desvendar o mistério d'A Coisa até o fim; porém seria muito fora do meu caráter gostar de alguma coisa que envolva um palhaço bizarro assassino... Só não sei se a leitura irá andar rápido, porque esse livro tem mais de mil páginas e é super pesado, então é difícil carregá-lo para todos os lados.

Última frase da página:
[...] - A voz dela estava aumentando, ficando frenética, e para o horror de Eddie ela começou a parecer mais e mais com a sua mãe, sua mãe como...

0
comentário

Top 3 – Estreias de Filmes

Por 4750 Acessos

Ultimamente venho riscando no calendário a data de alguns filmes que estou muito ansiosa para assistir, daqueles que a expectativa está lá no alto e que espero fortemente não me decepcionar. 

Assassinato no Expresso do Oriente – Novembro

Apesar de ter devorado quase toda a obra da Agatha Christie eu nunca vi nenhuma adaptação dos seus livros, erro que será corrigido agora em novembro com a estreia dessa adaptação. Esse é um dos meus livros preferidos da autora e traz meu detetive preferido de todos os tempos, Hercule Poirot.  Com um elenco de nomes fortes como Penelope Cruz, Michelle Pfeiffer, Judi Dench, entre outros, estou esperando que seja um tremendo sucesso e abra as portas para novos filmes do detetive. Esse livro foi adaptado pela primeira vez em 1974, porém ainda não tive a oportunidade de assisti-lo. 

It – A Coisa – Setembro

Apesar de ser extremamente medrosa e fugir de todo e qualquer filme de terror, após ler o livro do Stephen King estou extremamente tentada a ir assistir no cinema essa adaptação, que também será um remake, já que o palhaço mais assustador da ficção já apareceu nos cinemas em 1990. Essa adaptação já foi aprovada pelo King, que possui um histórico de não gostar muito das adaptações das suas obras, e diferente do primeiro, dessa vez a história será dividida em dois longas e tem tudo para dar conta do tijolo que é o livro A Coisa.

Mulher Maravilha – Junho

Ok, agora é a hora DC, depois de vários filmes decepcionantes estou apostando todas as minhas fichas em Mulher Maravilha. Apesar de amar super-heróis já estava na hora das super-heroínas chegar nas telonas, então por favor DC, não estrague isso. Por enquanto tenho grandes esperanças com os trailers lançados e espero no mínimo um roteiro coerente e um bom desenvolvimento da personagem, que acabou meio perdida em Batman x Superman. Faltam duas semanas para a estreia e a ansiedade está batendo forte e o medo de ser um desastre também. 

Os Melhores e o Pior Livro de 2016

Por 8828 Acessos

Essa é a nossa lista de melhores e pior livros de 2016. Não necessariamente lançamentos do ano, mas livros que lemos neste período.

Camila

Melhores

Destinos Mistos – Este foi um ano em que li muito pouco e as leituras ficaram divididas entre leituras para faculdade e romances históricos para distrair a cabeça. Por isso já era esperado um dos livros teóricos ser o melhor do ano. Em Destinos Mistos a Heloísa conta a história dos críticos que fundaram a Revista Clima, uma revista com foco cultural. Eles iniciaram esse projeto enquanto estudavam na USP e a autora contextualiza bem a vida acadêmica e o seguimento das carreiras. São nomes que ficaram bem conhecidos no meio intelectual: Antonio Candido, Décio de Almeida Prado, Paulo Emílio Sales Gomes, Rui Coelho, Lourival Machado e Gilda de Moraes Rocha. O livro é bem escrito e a transição entre os períodos e as relações que o grupo manteve com outros intelectuais é muito interessante. Foi o livro que mais impactou no ano.

A Coisa – É um livro grande, com muitas passagens longas e nem sempre necessárias. Também tive muitos problemas com o destino que o King deu para a personagem feminina, Posto tudo isso, amei todo o resto. A relação de amizade e confiança que o clube dos otários constrói ao longo das páginas é o grande diferencial da história. A atmosfera construída em torno da cidade de Derry é primorosa e entendemos que o mal está ali, assumindo várias formas e faces e que essas crianças estão destinadas a terminar com isso. Eu entendi completamente as ligações que fizeram entre Stranger Things e esse livro, é uma leitura muito interessante para quem gostou da série.

O Grande Gatsby – Esse é um romance que divide as pessoas, muita gente ama, muita gente odeia. Eu amei, achei a narrativa rápida e envolvente e como todo bom clássico ele vai ao longo das páginas apresentando várias camadas. Questões como o sonho americano e a obsessão de Gatsby em casar com a Dayse, vai além do amor romântico. A Dayse é a personificação de tudo aquilo que o Gatsby nunca teve, mas almeja desesperadamente. O romance faz uma ótima leitura da liberdade pós Primeira Guerra Mundial e os impactos causados na terra das oportunidades, escancarando a hipocrisia do sonho americano.

Menções Honrosas: Hamlet, Shakespeare – Erros Fantásticos, Neil Gaiman – Cress – Crônicas Lunares #3, Marissa Meyer, Kiss of Deception – Crônicas de Amor e Ódio #1, Mary E. Pearson

Leia tudo »