13 Reasons Why – 1° Temporada

por • 5896 Acessos

Para conferir a resenha do livro "Os 13 Porquês", clique aqui.

13 Reasons Why – 1° Temporada

Minha Classificação:
13 Reasons Why - 2017 The Movie DB
de Diana Son
Status: 1 temporada (renovada)
Episódios vistos: 13
Elenco: Katherine Langford, Christian Navarro, Michael Sadler, Justin Prentice
Gênero: Drama
Canal Original: Netflix
Canal no Brasil: Netflix
Duração do Episódio: 55 minutos
Assistir 13 Reasons Why online: Netflix

Essa série foi baseada em um livro. Para ler a resenha de “Os 13 Porquês“, clique aqui. Tanto a resenha do livro quanto da série NÃO contém spoilers.

Hannah Baker é uma adolescente que cometeu suicídio por razões que ninguém consegue explicar direito. A história começa quando Clay, um dos colegas de escola da jovem, recebe um pacote contendo fitas cassete com gravações de Hannah explicando os 13 motivos que a levaram a se matar. Na primeira fita é deixado claro que quem recebe as fitas é um dos motivos e as únicas instruções são que a pessoa ouça todas e passe adiante para o motivo que vem depois do seu.

13 Reasons Why chegou com a impressão de que ia ser mais um drama adolescente com mistério, sendo Pretty Little Liars a mais famosa atualmente no gênero, mas a série foi muito mais. Eu já tinha lido o livro então sabia o que esperar, porém fiquei com medo que errassem o tom da narrativa. No entanto, fui positivamente surpreendida por uma das melhores séries que eu já vi.

Apesar de ser uma história com jovens num ambiente jovem, produzida por uma jovem (Selena Gomez), o público é tratado como adulto. Em nenhum momento tentam minimizar os problemas, as cenas fortes são fortes, te fazem sentir nojo, raiva, desespero e são intencionalmente desconfortáveis. Mesmo nos momentos mais angustiantes, a câmera não desvia o “olhar” te obrigando a encarar o horror do que está acontecendo. As coisas que acontecem na série são horríveis e muita gente se recusa a aceitar ou pensar nisso, mas a série te força a prestar atenção. Mesmo o livro tentou pegar leve em algumas partes, mas acho que a série ter sido feita dessa forma contou muito para o impacto que vem causando em quem assiste e isso é importante pois por mais que a história seja apenas ficção, sabemos que são coisas que acontecem de verdade com muitas pessoas por aí.

Assim como Big Little Lies (pretendo fazer um post sobre essa adaptação no futuro) foi bem sucedida em fazer o espectador “sentir na pele” o que é estar num relacionamento abusivo, 13 Reasons Why conseguiu me fazer sentir o que é ser vítima de bullying e sofrer de depressão. No entanto é indiscutível que não dá pra aproveitar 100% da experiência que é esse hino essa série sem ter empatia, até porque nos primeiros episódios é muito difícil entender porque a Hannah decidiu se matar, o suspense é muito grande e foi carregado muito bem. Se você nunca passou o mesmo que ela e não consegue se colocar no lugar do próximo, a série com certeza não vai ter o mesmo impacto.

Fora a narrativa incrível, acertaram em cheio na direção, inclusive tem dois episódios que são dirigidos pelo Gregg Araki que é um dos meus diretores favoritos. O uso de cores e os recursos usados ao longo da série para que possamos diferenciar facilmente o passado do presente contribuíram muito com a experiência em geral. A trilha sonora é outro acerto e as músicas ajudaram a acrescentar o peso necessário à história. A playlist foi disponibilizada pela Netflix em diversos sites de streaming.

13 Reasons Why, como falei no começo do texto, é uma adaptação do livro o Jay Asher que eu li há mais de um ano então não lembro exatamente de todos os detalhes, mas as mudanças que percebi foram poucas e fizeram bem à trama. A maior alteração que gostaria de ressaltar é o fato de que no livro, vemos apenas as fitas e a reação/memórias do Clay, já na série acompanhamos também como as fitas afetaram os outros 12 “porquês” e as repercussões da morte de Hannah nos colegas e familiares. Isso foi bom porque foram coisas que sempre me perguntei, mas ao mesmo tempo deixaram diversas pontas soltas para uma desnecessária segunda temporada. Por mim a história poderia ser encerrada satisfatoriamente com esse final deixando as outras questões para a imaginação e especulação de quem assistiu.

Nas redes sociais a série já rendeu a campanha #NaoSejaUmPorque e #AprendiCom13rw. Também existe o site da série http://13reasonswhy.info/ onde é possível localizar em diversos países do mundo, organizações locais para prevenção do suicídio. Se você ou alguém que você conhece está precisando de ajuda, no Brasil procure o CVV pelo site www.cvv.org.br ou telefone 141.

Se gostou do post não deixa de compartilhar nas redes sociais ou comentar ali embaixo ♥


Você viu essa série? Avalie também!
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
(3 votos, média: 5,00 de 5)




Deixe um comentário

*