Lonely Hearts Club – Lonely Hearts Club 1

Por 5896 Acessos

    Livros da série Lonely Hearts Club:

  1. Lonely Hearts Club
  2. We Can Work It Out
Lonely Hearts Club – Lonely Hearts Club 1

Minha Classificação:
Lonely Hearts Club #1 goodreads
de
Publicação: em 2011
Gêneros: , ,
ISBN: 9788580570496
Título Original: The Lonely Hearts Club
Páginas: 238
Tradução: Marina Vargas
Compre em lojas confiáveis:
saraivaculturasubmarino
A compra pode render comissão ao blog.

Capa original

[capa]

Penny Lane (que tem o nome de uma música dos Beatles porque seus pais são fanáticos pela banda) depois de uma grande decepção amorosa decide que não vai namorar mais ninguém enquanto ainda está no ensino médio. E pra isso ela funda o Lonely Hearts Club (nome também inspirado em uma música dos Beatles) que acaba ficando mais famoso que o esperado e adquirindo um grande número de adeptas.

A fama repentina do clube vai causar muita confusão na escola e na vida de suas integrantes. Mas será que Penny Lane conseguirá  manter a sua promessa de não se envolver com ninguém? Será que se a vida colocar o cara perfeito em seu caminho ela conseguirá ser fiel aos princípios do clube?

“Qualquer um que já tenha se agarrado a uma música como a um bote salva-vidas vai entender. Ou alguém que tenha colocado uma canção para fazer aflorar um sentimento ou uma lembrança. Ou que tenha uma trilha sonora tocando em sua mente para embalar um diálogo ou uma cena.”

A primeira palavra que me vem a cabeça quando penso nesse livro é “fofo”. Ele é recheado de todos aquele problemas gigantescos da adolescência e uma dose de humor típica dos livros do estilo, mas o charme especial se dá as diversas citações de Beatles. Já pela capa fica clara a influência da banda na obra. A trama em si não tem grande novidade e eu confesso que passei boa parte do livro esperando que um personagem supostamente confiável se tornasse um grande vilão, mas isso não aconteceu.

Prepare-se pra rir nas cenas em que os pais de Penny aparece. Acredite em mim, diversão garantida. É realmente uma leitura leve que não te leva a grandes reflexões ou emoções, mas ainda assim pode ser um bom passatempo.

Harry Potter e a Ordem da Fênix – Harry Potter 5

Por 7634 Acessos

    Livros da série Harry Potter:

  1. Harry Potter e a Pedra Filosofal
  2. Harry Potter e a Câmara Secreta
  3. Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
  4. Harry Potter e o Cálice de Fogo
  5. Harry Potter e a Ordem da Fênix
  6. Harry Potter e o Enigma do Príncipe
  7. Harry Potter e as Relíquias da Morte
  8. Harry Potter e a Criança Amaldiçoada
Harry Potter e a Ordem da Fênix – Harry Potter 5

Minha Classificação:
Harry Potter e a Ordem da Fênix (Harry Potter, #5) goodreads
de
Publicação: em 2003
Gênero:
ISBN: 853251622X
Título Original: Harry Potter and the Order of the Phoenix
Páginas: 702
Tradução: Lia Wyler
Compre em lojas confiáveis:
saraivaculturasubmarinoamazonbwbkindle
A compra pode render comissão ao blog.

Capa original

Este post faz parte do Desafio Mágico proposto pelo blog Nem Um Pouco Épico.

Como essa é uma série que quase todo mundo já leu (ou viu os filmes, whatever) eu não vou fazer uma resenha normal. Então já aviso que o texto será recheado de SPOILERS e na verdade será no estilo da Restrospectiva Vampire Academy do blog Leiturinhas.

Antes de tudo, gostaria de relembrar que até agora eu só li os cinco primeiros livros da série Harry Potter e vi os cinco primeiros filmes. Eu não sabia absolutamente nada sobre a série e, nos filmes, eu não sabia quem interpretava a maioria dos personagens. Sei que prometi não caçar spoilers, masssss as pessoas começaram a falar coisas, aí chutei o balde e fui procurar outras. Agora já sei quem morre até o final da saga, como morre e, principalmente, sei o segredo do Snape =,)

Harry Potter e a Ordem da Fênix foi um livro que eu demorei MUITO pra ler. Terminei de ver a terceira e vi toda a quarta temporada de Gossip Girl, vi 90210, li o primeiro capítulo de Um Dia (momento merchan: em breve resenha =D), olhei pro céu e vi o tempo passar… enfim, tudo porque o Harry estava insuportavelmente chato! Em uma das minha centenas de reclamações sobre o livro no twitter, alguém me disse que a Rowling escreveu esse livro em período de depressão pós-parto. Não sei se é verdade, mas faz muito sentido. Eu levei umas trê semanas (conturbadas da minha vida, que pareceram meses) pra terminar de ler, então já esqueci muita coisa do começo. Mais cedo eu assisti o filme pra relembrar algumas coisas, mas por que eles cagaram o livro todo, mundo? Por quê?? Enfim, se eu esquecer alguma coisa ou falar alguma besteira, desculpa.

Ah e vale lembrar que eu li a edição em português, portanto usarei os termos conforme a tradução da Rocco.

Finalmente Rowling presenteia os fãs com “Harry Potter e a Ordem da Fênix”. Os fãs ficaram muito tensos e com o coração nas mãos. A razão é óbvia: A volta do arquivilão Lorde Voldemort e seus Comensais da Morte. Indubitavelmente a morte de um amigo de escola e as lições de como tolerar dor insuportável não são elementos comuns de uma estória para crianças. Porém são uma realidade caraterizada pelo rito de passagem. “Harry Potter e a Ordem da Fênix” está mais complexo e consegue prender o leitor com desenvolvimento dos personagens a sua trama assim como nos episódios anteriores. Potter já é um adolescente e os poucos vai amadurecendo; Hogwarts se transforma em um pesadelo. A narrativa é caracterizada por um clima tenso e conturbado. As vitórias não são meras sorte ou acaso e se baseiam em iniciativas audaciosas do próprio Potter e seus amigos. Você, fã de Harry, prepare-se pois Harry vai lutar contra Voldemort para recuperar sua alma. Surpresas? Muitas.

ÚLTIMO AVISO: O TEXTO ABAIXO CONTÉM SPOILERS.

[capa]

Bem, devo dizer que depois do último livro as minhas expectativas com esse foram bem altas, Rowling. Acho que fiquei mal acostumada e superestimei as coisas. Oh well, vejamos. No começo do livro o Harry já está um pé no saco porque está nos Dursley e ninguém do mundo mágico dá notícias. Então ele fica escondido ouvindo o noticiários dos Trouxas pra saber se algo estranho aconteceu, aka Voldemort dando sinal de vida. No entanto nada acontece. Num dia depois de tomar um esporro épico, Harry sai para pensar na vida, é trollado por Trouxa Imbecil Jr. e quando ambos estão voltando para casa são cercados por Dementadores. E o Duda se abaixa e fica chorando morrendo de medo. Harry então (não sei que verbo usar aqui) conjura um Patrono e salva o dia. Mas o Duda continua fazendo um grande drama por isso e ao chegar em casa rola toda aquela coisa que me mata de ódio, dos tios tratando o Harry como lixo, etc etc etc. Harry é expluso de Hogwarts, não não não, Dumbledore conseguiu dar um jeito e vai haver uma audiência pra ver se ele vai mesmo ser expulso. Mas Harry já num tremendo mau humor, começa a reclamar ainda mais de tudo. Oh céus!

Numa bela tarde ensolarada (claro, vamos fingir que me lembro do tempo) a casa de Harry é subitamente invadida por………… Tonks, Lupin, Moody e outras pessoas que não lembro. Com tantas reticências você pensou que seria Voildemort hã? Tolinho. Então as pessoas que já citei acima e não quero repetir levam Harry para um alucinante passeio de vassoura até a sede da Ordem da Fênix. Tá, ele não sabe que é a Ordem da Fênix, mas eu já sei, terminei de ler o livro, aceite! Lá, Harry começa a dar um ataque com “oh vocês não falaram comigo durante todo o verão. Eu fiquei sem saber o que acontecia. Bla bla bla”.Oh Harry, please!! Nem falei que Sirius também está na casa, mas já era de se esperar que você soubesse uma vez que sou a única que ainda não leu a série. Bem, a Ordem é composta por um monteeeeee de gente que não lembro mas todos os Weasley estão lá, exceto Percy-puxasacodoministério, Snape e Dumbledore que é fodão demais pra ficar naquela casa suja, mas participa de tudo a distância como bom mestre dos magos que é.

Harry, a Sra. Weasley e as crianças dão uma faxina na casa, os gêmeos colhendo matéria-prima para futuras invenções e o elfo doméstico mais chato que o Dolby (sim, isso é possível) enchendo o saco 24/7. Quantas pessoas para encher o saco nesse livro. Mas a Tonks é legal, pena que ela mo…. É, cof. Então como eu ia dizendo, eu avancei o tempo porque se aconteceu algo importante aqui eu não lembro. O Harry deve ter sonhado alguma coisa, mas ele ainda vai sonhar umas 138718371208 de vezes, então não vai fazer diferença se eu só mencionar 138718371207 vezes, não é mesmo? Hoje já é dia do julgamento e Harry (que não pode usar magia) leva o Sr. Weasley para um radical passeio de …………. metrô (cara, essas reticências sempre dão a impressão de que vou falar algo épico. Vou usá-las mais vezes). No ministério recomendo que você preste atenção à decoração pois isso vai ser importante depois quando Siriur mor… É, a gente chega lá. Julgamento bla bla bla, Harry certamente seria considerado culpado de não fosse Dumbledore (sabe assim, quando ele aparece eu sei que tudo vai ficar bem, cara. Como eu vou lidar com a vida depois que ele mor… É, eu não devia ter procurado aqueles spoilers. Isso está me fazendo cortar MUITAS palavras pela metade). Mas eu não mencionei que Dumbledore não olha diretamente para Harry. Será que ele está ficando gagá e perdendo os modos? Aguarde e verá.

Harry é inocentado, mas esbarra com Malfoy (que na verdade é o cara de Doce Novembro) no corredor e Malfoy é um fofo e sai correndo e abraça o Harry, pergunta se ficou tudo bem e… Hahahah você realmente caiu nessa? Malfoy faz cara de quem sentiu cheiro de peido e continua conversando com Fudge, ora essa. Olha, não sei se acontece outra coisa importante aqui, mas sou eu que estou escrevendo, eu passo o tempo que quiser, ok? Já é dia de voltar a Hogwarts, Harry continua com a sua chatice, e praticamente todos da Ordem vão levar as crianças para o trem. Não falei, porque você vai ver que não tem importância, mas quando Harry é atacado por Dementadores, ele descobre que tem vizinhos bruxos que foram colocados ali, especialmente para vigiá-lo. Isso era lá em cima, mas estou com preguiça de voltar. Como não faz diferença, sigamos. Olha, até Sirius (oi, suposto criminoso procurado) vai levar Harry até a estação. E até você que não está prestando atenção sabe que isso não foi uma boa ideia né? Oh mas ele acha ótima! Quem sou eu né?

Em Hogwarts, Harry descobre que cavalos esquisitos puxam a carruagem que ele achava que se movia sozinha. Luna Lovegood, uma garota ~excêntrica~ que ele conheceu no trem, diz que também vê os cavalos que ninguém mais vê e ele acha que está pirando (mas na verdade só quem vê os Tresálios é quem já viu a morte). Mais um motivo para ele ficar reclamando. Tudo o que eu precisava! Primeira noite em Hogwarts, jantar, etc, Hagrid não está lá (nãooooooooo) e tem uma nova professora chata from hell, Umbrige (essa mulher no filme é um amorzinho se comparada a do livro. Já notei que eles nunca conseguem adaptar bem as pessoas excessivamente irritantes. Veja Miranda Priestly que fofinha ficou no cinema em comparação à personagem do livro). Ah é, Rony e Hermione (Draco também, mas quem liga pra ele?) são monitores agora e Harry, adivinha só?, encheu MEU saco por causa disso.

Umbrige é uma chata, Hagrid cadê, o ministério está intervindo em Hogwarts, em breve serão as NOM’s, Snape continua implicando com Harry, Draco ainda é chato, os gêmeos sempre me divertem… Pra dar um pouco de emoção, vou dizer que alguns alunos fundaram a “Armada de Dumbledore” para aprender defesa contra as artes das trevas e Harry é o professor. Cho está nesse grupo, mas ela é uma personagem que não serviu pra nada, só pra dar o primeiro beijo de Harry (e ele ainda continuou enchendo o saco depois disso). Harry tem um sonho muito louco que ele é uma cobra atacando o Sr. Weasley e era tudo verdade e é natal e vai todo mundo pra casa e vão visitar o pai de Rony no hospital e veem Neville visitando os pais lá e *respira*. É. Harry foi expulso do time de Quadribol e Rony é o novo goleiro. Claro que tava faltando reclamação na vida do Harry, né? Ele tava tãooo legal nesse livro..

Tá, agora que Harry está vendo o que se passa na cabeça de Voldemort, ele precisa loucamente, desesperadamente aprender Oclumência e quem vai ensinar hein hein hein? Snape. Aulas legais, Snape vê os pensamentos de Harry, bla bla bla, mas um dia Harry vê um pensamento de Snape e percebe que seu pai era um super chato. E fica deprimido, claro. Vai falar sobre isso com Sirius zzzzzzzzzzzzzzz

Olha, aconteceu um monte de coisa chata, mas aí os gêmeos fizeram umas coisas épicas, trollaram a Umbridge e saíram voando lindamente pela escola anunciando que agora eles tem uma loja pra vender as coisas que eles fabricam. Não é legal? Em algum ponto por aí Hagrid voltou e trouxe o irmão dele que é um gigante pequenininho que só tem uns 5 metros de altura e o novo professor de adivinhação é um centauro. Nada demais né? Aí Harry sonha que Voldemort está torturando Sirius e a coisa começa a ficar boa.

Dumbledore foi expluso de Hogwarts e a Mcgonagall não está lá e Harry quer ir salvar o dia. E eu aqui “avisa o Snape. AVISA O SNAPE, SUA MULA!”, mas quem me ouve? Isso aí. Ninguém. Harry “liga” pra sede da Ordem pra saber do Sirius, mas acontece um desencontro seguido de tragédia, sabe tipo Romeu e Julieta? Então. Olha, acontece uma coisa muito legal com a Umbrigde e os chatos da Sonserina prendendo o pessoal na sala dela, mas não quero falar sobre isso. Numa reviravolta emocionante, os centauros acabam torturando a Umbridge, o gigante é legal, e mesmo quem não enxerga os Tresálios sai voando neles até o ministério. Chegando ao local deserto, ah é, nem falei quem foi, Harry, Rony, Hermione, Gina, Neville e Luna vão caminhando, passam por uns corredores giratórios com umas salas loucas (gente, a cena na sala dos cérebros depois foi a melhor. Tudo muito tenso e eu rindo. Já já eu conto), até se depararem com uma esfera com o nome de Harry (porque Sirius não tava ali. Foi tudo um sonho mesmo. Era só um plano pro Harry pegar a profecia). Descobrem que isso é uma profecia, que os Comensais a querem “é meu” “não, é meu” bla bla bla. Cada um correndo pra um lado, pique pega, quase todo mundo se machuca, Neville é mais desastrado que eu. Hahhahaha aí depois de muita correria e desencontro, o Rony que recebeu um feitiço e ficou nas dorgas hahahahha chega a sala dos cérebros hahahahahhahahahahhaha e *não aguento* todo mundo lutando e ele “olha Harry, cérebros” hahahahha e do nada “Accio cérebro” hahahahahhahahahah gente, todo mundo que tava lutando parou pra ver e… ok, foi mais engraçado quando eu li. Mas sério, Accio cérebro!!!! Rony, você me mata!

Em outra sala, todo mundo lutando, chega o pessoal da Ordem da Fênix, a esfera com a profecia se quebra, quando você acha que tudo está perdido, chega……. Dumbledore! Sim, o dia está salvo, sim, sim!! E as lutas continuam e aí… Sirius é jogado pra trás da cortina e morre. Jogado pra trás da cortina. Pra trás da cortina. CORTINA. Tá, mas ok é isso aí. Accio cérebro. Hahahahhahahahaha. Ainda tô rindo. Ah o quê? O Sirius morreu e deveria ser um momento triste? Mesmo com todo o lance da cortina? Desculpe, não tinha percebido. Sim, mas o Harry fodão tinha percebido e foi atrás da Belatriz que matou seu padrinho. E chegando lá embaixo ele lança um Crucio nela (OHHHH!) e bla bla bla Voldemort aparece e Dumbledore aparece e eles duelam e aí o pessoal do Ministério chega e vê que o Lorde das Trevas realmente retornou e fuuuuuuuuuuu.

Harry, com sua chatice habitual, está na sala de S2 Dumbledore para conversar. E aí Dumb (esse apelido não ficou legal, mas sou íntima, ok?) fala pra ele sobre tudo, sobre a profecia (que ele vai ter que matar Voldemort ou será morto por ele), que a série quase se chamou Neville Longbottom e aí, cara, o Dumb chora. PORRA SEU PIVETE, QUE PORRA VOCÊ É PRA FAZER MEU DUMB CHORAR? HEIN? EU GOSTO DELE!

E aí Harry está na merda, as usual durante todo o livro e ao fazer as malas ele acha um espellho que Sirius tinha dado pra se comunicarem e ele tão ocupado com tantas reclamações, nem se deu ao trabalho de abrir. E eu aqui “viu, idiota, seu padrinho morreu à toa. Se você tivesse pegado esse espelho, nada daquilo teria acontecido. Loser.”. Tá e aí ele vai pra casa dos Trouxas Imbecis e agora ele sabe porque sempre vai ter que ir pra lá, e o pessoal da Ordem está na estação e acho que é isso. E que venha o enigma do príncipe. E que Harry tenha comido um chocolate até lá!

Saldo Final:

  • Sirius foi o personagem aparentemente promissor mais inútil de todos os tempos. Pow o cara era o possível traidor dos Potter, ficou em Azkaban, fugiu, ele na verdade é um cara bom, é padrinho de Harry, quase não aparece e morre? No livro 5? Oh please.
  • Accio cérebro. Hahahhahahahahahaha
  • Gente, os gêmeos, como vou lidar quando um deles mor..
  • Eu achei que a Câmara Secreta tinha sido Zzzzzzz. Ledo engano.
  • Se eu sobrevivi a Ordem da Fênix, sinto que posso ler qualquer coisa agora.

Chutes para os próximos livros:

  • Esperanças mil de que esse livro seja tão bom quanto falam e eu termine de ler super rápido
  • Eu já sei os principais pontos daqui pra frente então não acho que terei grandes surpresas
  • Espero que a Tonks apareça muito mais antes de mor..
 

E o desafio mágico continua! Em algum dia das próximas semanas confira o resumo-gigante-que-deixa-de-ser-resumo-e-acaba-do-nada de “Harry Potter e o enigma do príncipe” (tá acabandooo).

Tocada Pelas Sombras – Academia de Vampiros 3

Por 6630 Acessos

    Livros da série Academia de Vampiros:

  1. O Beijo das Sombras
  2. Aura Negra
  3. Tocada Pelas Sombras
  4. Promessa de Sangue
  5. Laços do Espírito
  6. Último Sacrifício
Tocada Pelas Sombras – Academia de Vampiros 3

Minha Classificação:
Tocada Pelas Sombras (Academia de Vampiros, #3) goodreads
de
Publicação: em 2010
Gêneros: , ,
ISBN: 9788522012053
Título Original: Shadow Kiss
Páginas: 384
Tradução: Inês Cardoso
Compre em lojas confiáveis:
saraivasubmarinoamazonbwbkindle
A compra pode render comissão ao blog.

Capa original

AVISO: Essa resenha pode conter SPOILERS da série.

[capa]

A morte de Mason vai ter grandes consequências. A primeira delas é que Rose agora vê o fantasma do amigo na St. Vladimir e a segunda é que os Strigois querem vingança pois a dampira matou os assassinos de Mason. Como se não bastasse, ainda tem o julgamento de Victor Dashkov (que torturou e sequestrou Lissa há alguns meses) e o romance proibido com Dimitri. Após uma batalha épica, Rose tem que escolher entre o amor de sua vida e sua melhor amiga. Como será que nossa protagonista tomará essa decisão?

“Vida e morte, tão imprevisíveis, tão perto uma da outra. Existíamos de momento em momento, nunca sabendo quem seria o próximo a deixar este mundo. Eu ainda estava parada olhando para as cinzas e, quando olhei para cima, tudo me pareceu tão doce e bonito. As árvores, as estrelas, a lua. Eu estava viva – e estava feliz com isso.”

Esse livro tem de tudo: amizade, romance, reviravolta, leitor chorando. O terceiro livro da série Academia de Vampiros é um divisor de águas. Depois de Tocada pelas sombras a série amadurece e Rose se torna ainda mais forte. Esse, na minha opinião, é o segundo melhor livro da série (perdendo só pro último livro) e aqui tem cenas de amor e amizade que me fizeram chorar mais do que chorei em Aura Negra. E como lidar com aquele final? Quem começar a ler a série agora tem muita sorte por não precisar esperar pelo quarto livro que foi lançado no Brasil com o título de Promessa de Sangue.

Se você está cansado de mocinhas indefesas tá fazendo o que que ainda não começou a ler Academia de Vampiros? Só tira o olho do Dimitri ok?

Confira também o post Porque ler “Academia de Vampiros”.