Preciosa – Uma História de Esperança

por • 5284 Acessos

Preciosa – Uma História de Esperança

Minha Classificação:
Preciosa – Uma História de Esperança The Movie DB
de Lee Daniels
Título Original: Precious
Estreia: 20 Nov 2009
País: USA
Gênero: Drama
Roteiro: Geoffrey Fletcher (roteiro), Sapphire (livro)
Elenco: Gabourey Sidibe, Mo'Nique, Paula Patton, Mariah Carey
Duração: 110 min

Claireece Precious Jones é uma adolescente de dezesseis anos que está grávida do seu segundo filho e por isso é suspensa da escola e encaminhada para uma escola alternativa, onde encontra uma professora que vai mudar a sua vida, a Sra. Rain.

Violentada pelo pai, abusada pela mãe, analfabeta e sem laços sociais, Preciosa acaba vivendo no seu mundo particular para preservar um pouco da sanidade.

Baseado no livro homônimo, Preciosa é o tipo de filme que você sabe que vai tomar porrada e acredite em mim, ela vem de tantas formas diferentes que no fim é quase um nocaute. O filme começa desestruturando o nosso conceito de família, já que Preciosa esta grávida do seu pai, pela segunda vez, sua mãe a culpa pelo acontecido e a agride tanto com palavras como fisicamente.

Elas vivem com o auxilio da assistência social e por isso toda vez que a assistente vem fazer uma visita, a mãe de Preciosa encena uma família normal. A primeira filha da Preciosa tem síndrome de Down e por isso é apelidada de Mongo, fica aos cuidados da avó materna que só a traz durante as visitas da assistente social para não perderem o benefício. 

Durante a primeira parte do filme eu me perguntava como a Preciosa levantava da cama, de qual lugar ela arrancava forças para continuar caminhando. Alvo de deboche dos colegas e sofrendo maltratos constantes da mãe, ela persistia em ir para a escola, mesmo que no início ela aprendesse muito pouco e ouvisse sua mãe falar que a escola não mudaria sua vida e que era bom ela desistir logo, mesmo assim ela continuava indo.

Imagem Preciosa

E por persistir e ir para escola alternativa ela conhece a Sra. Rain, uma professora paciente e determinada, que vai mostrar para sua alunas, todas meio desajustadas, que é possível fazer a diferença. A relação da Preciosa com os outros começa a mudar a partir daí e aos poucos ela vai conseguindo se desvencilhar da toxicidade da mãe. Durante muitos momentos no filme, eu me perguntava porque a Preciosa voltava para casa depois dos ataques da mãe e cheguei a conclusão de que a Preciosa voltava porque achava que sua mãe precisava dela, de alguma forma ela ainda conseguia sentir algum laço com a sua mãe e isso me fez querer chorar.

Preciosa gif

Ninguém me ama.

Ainda assim o pior estava por vir, quando a mãe é confrontada pela assistente social e começa a contar como e quando aconteceram os abusos sexuais cometidos pelo marido e o seu sentimento perante essas situações é de dar ânsia. Esse filme vai te lembrar o quanto a vida pode ser dura, mas que você pode e precisa continuar caminhado, vai te fazer questionar valores e rever conceitos. Enquanto eu assitia o filme, a frase que não saía da minha cabeça é o início de O Grande Gatsby “Antes de criticar alguém – ele me disse -, lembre-se de que nem todos tiveram as oportunidades que você teve.” 

No filme, assim como na vida, nada se resolve de uma hora para outra, não tem felizes para sempre, cada dia é uma luta independente do caminho que você escolhe. O filme concorreu ao Oscar (2010) em cinco categorias: Melhor filme, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Atriz, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Diretor. Venceu em duas, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Atriz Coadjuvante. Recomendadíssimo, o filme também está disponível atualmente na Netflix. 

Se gostou do post não deixa de compartilhar nas redes sociais ou comentar ali embaixo ♥


Você viu esse filme? Avalie também!
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas

0
comentário



Deixe um comentário

*