Você está em: Início / Categoria / Livros / Top Livros


Os Melhores e o Pior Livro de 2016

por • 5018 Acessos

Essa é a nossa lista de melhores e pior livros de 2016. Não necessariamente lançamentos do ano, mas livros que lemos neste período.

Camila

Melhores

Destinos Mistos – Este foi um ano em que li muito pouco e as leituras ficaram divididas entre leituras para faculdade e romances históricos para distrair a cabeça. Por isso já era esperado um dos livros teóricos ser o melhor do ano. Em Destinos Mistos a Heloísa conta a história dos críticos que fundaram a Revista Clima, uma revista com foco cultural. Eles iniciaram esse projeto enquanto estudavam na USP e a autora contextualiza bem a vida acadêmica e o seguimento das carreiras. São nomes que ficaram bem conhecidos no meio intelectual: Antonio Candido, Décio de Almeida Prado, Paulo Emílio Sales Gomes, Rui Coelho, Lourival Machado e Gilda de Moraes Rocha. O livro é bem escrito e a transição entre os períodos e as relações que o grupo manteve com outros intelectuais é muito interessante. Foi o livro que mais impactou no ano.

A Coisa – É um livro grande, com muitas passagens longas e nem sempre necessárias. Também tive muitos problemas com o destino que o King deu para a personagem feminina, Posto tudo isso, amei todo o resto. A relação de amizade e confiança que o clube dos otários constrói ao longo das páginas é o grande diferencial da história. A atmosfera construída em torno da cidade de Derry é primorosa e entendemos que o mal está ali, assumindo várias formas e faces e que essas crianças estão destinadas a terminar com isso. Eu entendi completamente as ligações que fizeram entre Stranger Things e esse livro, é uma leitura muito interessante para quem gostou da série.

O Grande Gatsby – Esse é um romance que divide as pessoas, muita gente ama, muita gente odeia. Eu amei, achei a narrativa rápida e envolvente e como todo bom clássico ele vai ao longo das páginas apresentando várias camadas. Questões como o sonho americano e a obsessão de Gatsby em casar com a Dayse, vai além do amor romântico. A Dayse é a personificação de tudo aquilo que o Gatsby nunca teve, mas almeja desesperadamente. O romance faz uma ótima leitura da liberdade pós Primeira Guerra Mundial e os impactos causados na terra das oportunidades, escancarando a hipocrisia do sonho americano.

Menções Honrosas: Hamlet, Shakespeare – Erros Fantásticos, Neil Gaiman – Cress – Crônicas Lunares #3, Marissa Meyer, Kiss of Deception – Crônicas de Amor e Ódio #1, Mary E. Pearson

Leia tudo »

        
Top Livros
0
comentário

Top 3 – Autores que Conheci em 2016

por • 6574 Acessos

Esse foi um ano estranho e bem difícil para mim. Muitos planos não saíram do papel, inclusive alguns autores que queria ler. Em contrapartida acabei conhecendo autores que definitivamente não estavam no radar, mas que mesmo assim acabaram surgindo nesse ano, por um motivo ou outro, e me tiraram da minha zona de conforto.

Shakespeare

Sim, em 2016 eu li pela primeira vez uma peça de Shakespeare e foi Hamlet. Não foi algo planejado, estava passeando pela biblioteca quando vi o livro por lá, comecei a folhear e pensei que tinha que levar para casa e terminar a leitura. Me surpreendi com o quanto eu já conhecia da história sem saber, frases e conceitos que já estava cansada de ouvir, que vão além do “ser ou não ser? Eis a questão”, e não sabia a origem. Gostei muito da peça e me surpreendi em como foi simples ler o maior bardo de todos os tempos. 

Stephen King

Pois bem, eu morro de medo de ler/assistir coisas de terror e definitivamente se alguém tivesse me perguntado qual livro do King que eu leria, sem pensar duas vezes teria respondido Sobre a Escrita. Só que depois de assistir Stranger Things e ficar maluca com a série, fiquei sabendo que tinha vários elementos de It – A Coisa nela e fiquei com vontade de ler o livro. Logo surgiu uma oportunidade, o e-book em uma super promoção, e li o livro no celular mesmo. Não me arrependi e quero ler mais coisas do autor.

Jonathan Safran Foer

Eu já tinha ouvido falar no autor, muito, mas não tinha vontade de ler. Só que resolvi participar de um clube de leitura presencial aqui em São Paulo e o Leituras Compartilhadas de dezembro era sobre o livro Extremamente Alto e Incrivelmente Perto . Então emprestei o livro da biblioteca e participei do clube. Foi um livro bom, mas não sei se quero ler outras coisas do autor. Apesar de ser uma boa história e a discussão ter sido bem interessante não gostei muito do estilo do Foer.    

      
Top Livros
0
comentário

Top 3 – Livros que eu Quero Ler até o Final do Ano

por • 5158 Acessos

jantar-secreto-raphael-montes Jantar Secreto, Raphael Montes

Um grupo de jovens deixa uma pequena cidade no Paraná para viver no Rio de Janeiro. Eles alugam um apartamento em Copacabana e fazem o possível para pagar a faculdade e manter vivos seus sonhos de sucesso na capital fluminense. Mas o dinheiro está curto e o aluguel está vencido. Para sair do buraco e manter o apartamento, os amigos adotam uma estratégia heterodoxa: arrecadar fundos por meio de jantares secretos, divulgados pela internet para uma clientela exclusiva da elite carioca. No cardápio: carne humana. A partir daí, eles se envolvem numa espiral de crimes, descobrem uma rede de contrabando de corpos, matadouros clandestinos, grã-finos excêntricos e levam ao limite uma índole perversa que jamais imaginaram existir em cada um deles.

Eu fico traumatizada e amo tudo o que leio do Raphael Montes então só de ver esse livro entrar em pré-venda, antes mesmo de ler a sinopse, eu já comecei a imaginar quem mora perto de livraria e pode comprar esse livro para mim no dia do lançamento. Quero, preciso, SOS, já pode lançar.

Leia tudo »

        
Top Livros
0
comentário
Estante Lotada © 2010-2017 Layout: design e programação por Cibele Ramos

    
Nos mudamos de www.euleioeuconto.com para www.estantelotada.com.br, por favor atualize seus feeds & links!