Top 3 – Séries que estou obcecada

por • 5042 Acessos

Ultimamente tenho gastado bastante tempo com séries e sempre gostei de assistir várias coisas ao mesmo tempo, porém nas últimas semanas estou obcecada com algumas e só consigo assistir, pensar e falar sobre elas. 

Grey’s Anatomy

Desde que li o livro da Shonda Rhimes, O Ano em que disse Sim,  e sua relação passional com a personagem Cristina Yang de Grey’s Anatomy a série não me saía da cabeça. Já acompanhava Scandal e How To Get Away With Murder, só Grey’s que tinha visto alguns episódios esporádicos na tv. Decidida a mudar isso comecei a assistir a série na Netflix e estou obcecada, não se passa um dia em que eu não veja pelo menos um episódio. Vou chover no molhado? Vou! A relação da Meredith e da Cristina é incrível e realmente umas das melhores coisas da série, mas a relação entre os internos também é intensa, alternando momentos de competição e cooperação entre eles. Além disso ainda preciso citar duas personagens incríveis que é a Miranda, O Nazista, que é a residente responsável pelos internos do grupo que acompanhamos, ela é uma força da natureza e faz toda diferença para vida dos internos e a Addison que entra na série para atrapalhar o casal principal e se torna uma personagem acima disso, suas qualidades e seus defeitos são explorados, dando tridimensionalidade a ela, possibilitando a exploração de outras facetas da personagem e não ser só o empecilho. Atualmente estou terminando a terceira temporada e amando cada momento.

Riverdale

Inspirada na série de quadrinhos Archie Comics, Riverdale é a mais nova série adolescente. Após a morte de Jason Blossom em um passeio de barco, com sua irmã gêmea Cheryl, vários segredos começam a ser desenterrados na cidade e conforme as investigações da morte avançam a lista de suspeitos cresce. Narrada pelo Jughead que aspira escrever um romance sobre o acontecimento, todo episódio é aberto com suas considerações e ele sempre está um passo na frente dos outros. Também temos um relacionamento interessante entre Beth e Verônica que poderiam competir pela atenção do Archie, mas esse plot logo é descartado e o foco fica por conta da amizade entre as duas. Assim como toda série adolescente temos a maldade espalhada no ar, garotos idiotas e garotas maldosas, mas no fim dá tudo certo. A fotografia da série está impressionante e chama atenção desde o primeiro episódio.

Descendants of the Sun

Essa foi a última série que eu vi e ainda estou obcecada por ela, por isso logo terá resenha por aqui. É sobre a relação entre Yoo Si-jin capitão das forças especiais do exército da Coréia e Kang Mo-yeon uma cirurgiã que almeja crescer na carreira. Após se conhecerem de forma inusitada e decidirem começar uma relação, eles precisam enfrentar as diferenças entre suas carreiras e modo de vida. As missões de Yoo são sempre secretas e por vezes ele deixa a Kang sozinha para atender os chamados, cansada dessa situação e após mais uma vez perder o cargo de professora no hospital em que trabalha ela decide colocar um fim na relação dos dois. Porém, eles acabam se reencontrando na Grécia, local em que Yoo está com o exército e Kang é enviada para fazer voluntariado após negar os avanços do presidente do hospital. Com cenários belíssimos a história dos dois vai crescendo enquanto acontece epidemias, terremotos e decisões que influenciam na diplomacia entre os países. Além disso a série também conta com ótimos personagens secundários, engraçados e que possuem desenvolvimento próprio dentro do enredo. Um dos melhores doramas que já assisti.

Se gostou do post não deixa de compartilhar nas redes sociais ou comentar ali embaixo ♥




Deixe um comentário

*