Downton Abbey

por • 5895 Acessos

Downton Abbey

Minha Classificação:
Downton Abbey - 2010 - 2015 The Movie DB
de Julian Fellowes
Status: 6 temporadas (finalizada)
Episódios vistos: 15
Elenco: Hugh Bonneville, Laura Carmichael, Jim Carter, Brendan Coyle
Gênero: Drama
Canal Original: ITV, Public Broadcasting Service
Canal no Brasil: GNT
Duração do Episódio: 66 minutos
Compre em lojas confiáveis:
saraivafnacculturasubmarino
A compra pode render comissão ao blog.

Downton Abbey é um condado enorme que fica em Yorkshire, interior da Inglaterra, propriedade do Conde Robert Crawley/Lorde Grantham. Em 1914, como as leis ainda desfavorecem mulheres como herdeiras, Mary Crawley se encontra num impasse quanto ao que fazer quando seu pai falecer, já que seu antigo noivo foi uma vítima no Titanic; até que eles descobrem um novo herdeiro, Matthew, e as coisas em Downton começam a mudar.

Meu motivo para começar a assistir Downton Abbey foi, obviamente, a escolha de um dos protagonistas da série, Dan Stevens, o Matthew, como a Fera do live action de A Bela e a Fera, que estréia dia 16 de março do ano que vem. É claro que já havia ouvido críticas positivas, pessoas apaixonadas e visto os prêmios que a série tinha ganhado, mas não estava nas minhas prioridades. Portanto, comecei a assistir a série mais para absorver a performance do ator do que assistir a série propriamente dita. Ah, mal sabia eu…

Duquesa viúva de Grantham e o castelo de Downton ao fundo

Downton Abbey é uma série dramática diferente de tudo que eu já vi. É muito historicamente precisa, e mais importante de tudo, ela mostra o efeito de tudo que passa pela Europa na época dentro da própria série, como a Primeira Guerra Mundial e a Gripe Espanhola. O que mais me chamou atenção é que, ao contrário de muitas shows, Downton aborda a perspectiva tanto da nobreza como da criadagem e das relações entre eles – pode parecer raso, mas é o que mais enriquece a série. O roteiro e a direção são tão incríveis que o espectador não diferencia classes na hora de se envolver com as histórias, seja do mordomo, seja do Lorde da casa, e quando se percebe, está apaixonado pelo que acontece ali.

Mary e Matthew <3

Ainda nos aspectos técnicos, a fotografia, os cenários e ambientes internos, além do figurino são lindos e complementam a aura da série. Eu até comento com a minha amiga que também assiste que Downton Abbey é a série mais chique que eu já vi, não só pela sua ambientação em castelos, em meio à aristocratas, mas porque é muito refinada, elegante e requintada em todos os aspectos: o cuidado com todos os elementos da série é perceptível ao assistir. Vejo muito de Jane Austen ali, e não sei se isso é proposital, mas é ótimo!

“Se você estivesse falando em Urdu, não poderia entendê-lo menos.”

Os personagens são muito bem construídos, e todos têm a sua vez nos acontecimentos. Não há foco em um ou em outro, mas assim como na vida real os eventos ocorrem simultaneamente, porém, há equilíbrio em todos os episódios, o que demonstra a finesse maravilhosa da série. Como eu disse antes, é impossível não se envolver com todas as figuras do elenco, e é comum se enxergar em Anna (empregada) tanto como em Lorde Grantham. Existem alguns personagens que são feitos para serem desgostados, mas até eles têm seus altos e baixos, o que caracteriza a construção deles como profunda, e mais uma vez, assim como na vida, ninguém em Downton possui uma faceta só. Minha personagem favorita é a Lady Violet (Maggie Smith, mais conhecida como Minerva McGonagall de Harry Potter), que não tem papas na língua e é a responsável pelas melhores tiradas da série, mesmo que seu pensamento seja um pouco retrógrado.

As irmãs Crawley: Mary, Sybil e Edith

Enfim, Downton Abbey é uma série que aborda problemas adultos e nada fantasiosos, alguns ainda persistentes mesmo um século (!) depois, afinal, é sobre a vida. Recomendo para quem quiser um drama que te faz rir, chorar, se envolver e amadurecer. Qualquer pessoa, de qualquer idade pode assistir, sozinha ou em família, de todas as maneiras e formas porque Downton é democrática a seu jeito, e muito muito singular. Depois de duas temporadas, compreendo o frisson que essa série ainda causa, e posso dizer que já tem lugar no meu coração.

Se gostou do post não deixa de compartilhar nas redes sociais ou comentar ali embaixo ♥


Você viu essa série? Avalie também!
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
(4 votos, média: 5,00 de 5)

0
comentário



Deixe um comentário

*