Deadpool: Meus Queridos Presidentes – Volume 1

Por 7551 Acessos

    Livros da série Deadpool (Marvel NOW!):

  1. Deadpool: Meus Queridos Presidentes
  2. Deadpool: Caçador de Almas
  3. Deadpool: The Good, the Bad and the Ugly
  4. Deadpool vs. S.H.I.E.L.D.
    1. Deadpool: Dracula's Gauntlet
  5. Deadpool: Wedding of Deadpool
  6. Deadpool: Original Sin
  7. Deadpool: Axis
  8. Deadpool: All Good Things…
Deadpool: Meus Queridos Presidentes – Volume 1

Minha Classificação:
Deadpool: Meus Queridos Presidentes goodreads
de
Publicação: em 2016
ISBN: 9788542603361
Páginas: 136
Tradução: Mario Luiz C. Barroso
Compre em lojas confiáveis:
saraivafnacculturasubmarinoamazon
A compra pode render comissão ao blog.

Capa original

Como você bem deve saber depois desse post aqui e esse aqui, eu sou muito fangirl de Deadpool, e por isso aproveitei uma promoçãozinha esperta pra conseguir colocar as mãos nas reedições (que saíram até agora) que a Panini Comics está fazendo do Mercenário Tagarela, e muito muito muito obrigada por isso!

Quando acabar a missão, quero toda a grana numa fronha com um cifrão escrito à mão no tecido. Pág. 23

Em Deadpool: Meus Queridos Presidentes, o meu (o seu, o nosso!) anti-herói favorito tem que lutar contra os ex presidentes dos Estados Unidos que agora são zumbis ressuscitados por magia negra, e por isso perderam toda a humanidade e, pra variar, querem destruir a América. Como a S.H.I.E.L.D. não quer que o problema seja contido por heróis com muita visibilidade, o problema cai no colo de Deadpool.

DeadpoolVidaBela

Por sorte eu ainda não tinha lido os títulos, então cometi o grande erro de tentar ler no transporte público carioca e: não aconselho fazer o mesmo, a não ser que você goste de ser julgada como maluca que ri sozinha (eu, no caso). Sim, sei que foi uma ideia bem idiota, mas assim que a HQ chegou, não consegui largá-la, e por isso, não consegui segurar o riso quando estava em meio a estranhos – drama comum na minha vida. Deadpool está presente com seu humor negro maligno/debochado cheio de referências ao mundo fora dos quadrinhos e, claro, com muitas quebras de quarta parede, e se torna meio impossível não rir das coisas completamente sem noção que saem da boca dele. Quero parabenizar muito os roteiristas porque é tudo tão espontâneo, tão Deadpool, que a essência do personagem se manteve fiel até o fim.

Logo no comecinho, temos a participação de Capitão América e Thor, e isso só serve pra destacar mais ainda quanto Deadpool é um personagem importante no universo Marvel, por mais que não fosse tããão conhecido assim antes do filme. Ao longo da HQ, Doutor Estranho (que vai estar nos cinemas do mundo todo em 3 de novembro desse ano – assista ao trailer aqui) também tem uma participação importante, mas nenhuma é grande o suficiente para intimidar o mercenário, que é óbvio que está cada vez mais sensacional. E gente, que edição linda da Panini! Capa dura, páginas plastificadas que só servem para dar mais destaque às lindas cores (Val Staples) e às ilustrações espetaculares (Tony Moore) que recheiam a edição. Estou apaixonada!


Você viu esse hq ? Avalie também!
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas

0
comentário



Deixe um comentário

*