Segredos de Uma Noite de Verão – As Quatro Estações do Amor 1

por • 10461 Acessos

    Livros da série As Quatro Estações do Amor:

  1. Segredos de uma noite de verão
  2. Era uma vez no Outono
  3. Pecados no Inverno
  4. Escândalos na Primavera
Segredos de Uma Noite de Verão – As Quatro Estações do Amor 1

Minha Classificação:
Segredos de uma noite de verão (Wallflowers, #1) goodreads
de
Publicação: em 2015
Gêneros: ,
ISBN: 9788580414271
Título Original: Secrets of a Summer Night
Páginas: 288
Tradução: Janaína Senna
Compre em lojas confiáveis:
saraivafnacculturasubmarinoamazonkobokindle
A compra pode render comissão ao blog.

Capa original

Bem, era nisso que dava permitir que cavalheiros desconhecidos pagassem pelas coisas: dava-lhes a oportunidade de tirar algum proveito da situação.

[capa]

Há algum tempo que a arqueiro vem publicando romances históricos, e junto com a Julia Quin, a Lisa Kleypas é uma das minhas autoras preferidas no gênero. Engraçada e com bons personagens, as páginas voam e sempre me deixam com gostinho de quero mais. 

Anabelle Peyton está numa situação no mínimo desconfortável, sua família está passando por maus bocados financeiramente e ela precisa se casar com urgência. Porém, mesmo sendo bela e inteligente, Anabelle não tem dote e por isso suas temporadas têm sido um fracasso atrás do outro.

Após mais um baile levando chá de cadeira, ela e outras três garotas consideradas ~encalhadas~, decidem se unir para arranjar maridos, começando pela Anabelle que está na situação mais desesperadora.

Srta. Peyton, que tipo de homem seria o marido ideal para você? – indagou Lilian Bowman

As solteironas, como passam a se chamar, possuem alguns ~defeitos~ para a sociedade e por isso estão nessa situação. Anabelle está sem dote, as irmãs Bowman, Lilian e Dayse, são riquíssima, mas americanas e não fazem parte da sociedade inglesa e Evie, mesmo sendo bonita e rica, é muito tímida e um pouco gaga.

Esse é um livro que mostra bem como a sociedade da época era estratificada, sem mobilidade entre as classes, ser um nobre pobre, ~homem, é claro~, era melhor do que ser um novo rico. Era considerado de extremo mal gosto falar de dinheiro na sociedade. 

Simon Hunt, filho do açougueiro, fez seu próprio destino e é extremamente rico, nutre uma paixão por Anabelle Peyton desde que a viu pela primeira vez, mesmo com a rejeição e até certa indiferença dela, tem esperanças de um dia se tornarem amantes.

Simon Hunt aprendeu desde cedo que o destino não o tinha abençoado com sangue nobre, riqueza ou presentes raros, e que precisaria arrancar a sua fortuna de um mundo muitas vezes injusto. Era dez vezes mais agressivo e ambicioso do que um homem comum.

Uma coisa que precisa ser relevada, dado a época em que se passa o livro, é a forma nada lisonjeira como as mulheres eram vistas. Enquanto Anabelle faz planos para fisgar um marido nobre, vários abutres ficam em volta, esperando o momento em que ela terá que deixar o orgulho e a honra de lado e se tornar amante de alguém para bancar as contas. 

Mesmo com todas as regras ~ridículas~ para mulheres naquela época, temos um grupo de moças que sabem o que quer e vão lutar para conseguir, sem abaixar a cabeça ou se deixar intimidar, mesmo convivendo em uma sociedade hipócrita em que é preferível ser amante de um nobre, à esposa de um homem comum. 

Tudo isso estará em jogo quando Simon e Anabelle estiverem se enfrentando nesse duelo de vontades, em que posição e dinheiro são supervalorizados na sociedade e algumas escolhas podem colocar tudo a perder. Esse é um livro divertido, que todo mundo já conhece o final, mas que irá te entreter até chegar lá, além de arrancar alguns suspiros.

Eu descobri. – cruzando as pernas sob o corpo, inclinou-se para a frente e murmurou: – Agora, sobre encontrar um marido para Lilian… Tenho uma ideia bastante interessante…  

Se gostou do post não deixa de compartilhar nas redes sociais ou comentar ali embaixo ♥


Você leu esse livro? Avalie também!
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas




Deixe um comentário

*