HIMYM: Porque eu gostei do Series Finale

por • 3468 Acessos

HIMYM: Porque eu gostei do Series Finale

Minha Classificação:
How I Met Your Mother - 2005 The Movie DB
de Carter Bays
Status: 9 temporadas (finalizada)
Episódios vistos: 208
Elenco: Josh Radnor, Jason Segel, Cobie Smulders, Neil Patrick Harris
Gênero: Comédia
Canal Original: CBS
Canal no Brasil: Band, Fox, Sony
Duração do Episódio: 22 minutos

AVISO: Esse post contém SPOILERS sobre o episódio final de How I Met You Mother. Não leia adiante se não quiser saber. É sério, para de ler aqui.

“Você nos fez sentar e ouvir essa história sobre como conheceu a mamãe e ela mal aparece. Não, essa é a história sobre como você está completamente apaixonado pela tia Robin.”
Penny, a filha

A reviravolta mais inesperada nisso tudo é que HIMYM virou o novo Lost. Depois desse final, quem gostou (eu) vai passar o resto da vida explicando que a série nunca foi sobre a mãe, assim como os fãs de Lost (eu também) ainda tentam explicar que não estavam todos mortos.

Fazendo um resumão, o que aconteceu (sem spoilers além do necessário) foi o seguinte: Lily e Marshall tiveram o final feliz que todo mundo sabia que eles teriam desde o piloto; Barney e Robin se divorciaram 3 anos depois de casados; Ted conheceu a mãe no casamento, eles tiveram dois filhos, se casaram, ela ficou doente e morreu depois de 11 anos juntos. Os filhos entendem que toda a história foi apenas um jeito de Ted perdir permissão para sair com a Robin e, como já faz 6 anos desde a morte, eles concordam porque “amamos a tia Robin” e o Ted vai ser fofo na janela dela imitando a cena do primeiro episódio.

Porque foi real:
Ao contrário de Friends, que eu também adoro, HIMYM foi sempre sobre a vida real. Não tenho dúvidas de que várias das situações foram baseadas em experiências dos próprios roteiristas. O final então seguiu o mesmo modelo. Não é sempre que o casal que se ama e tem o melhor pedido de casamento de todos os tempos e o melhor casamento, fica junto pra sempre. Esse casal, como qualquer outro, também pode terminar. E na série isso aconteceu. Três anos depois do casamento que durou toda a nona temporada, Barney e Robin estavam divorciados. Mas como o próprio Barney disse “esse não foi um casamento fracassado, foi um casamento bem sucedido que durou apenas 3 anos”. Em termos de roteiro, fica claro que esse segundo relacionamento do casal foi só pra apagar qualquer ponta de interesse que ainda pudesse haver entre os dois.
No casamento, Ted conheceu a mulher perfeita com quem viveu por 11 anos até que ela ficou doente e morreu. Mesma coisa de Bridget Jones: pessoas boas morrem. Pessoas perfeitas morrem. O amor da vida de alguém morre. É. A. vida. Não é absurdo, acontece desde sempre. E, de novo, aconteceu na série. Depois de passar por isso é tão errado querer ser feliz novamente seja com uma pessoa nova ou com alguém do passado? Não é.

Porque foi brilhante:
No primeiro episódio vemos como Ted conhece Robin e como é o primeiro encontro deles. É tudo lindo e romântico, mas o episódio termina com o Ted de 2030 dizendo aos filhos que “e essa é a história de como eu conheci a sua tia Robin”. E por esse “tia Robin” acompanhamos as nove temporadas (e diversas idas e vindas do casal) conscientes de que eles nunca terminariam a história juntos porque ela não é a mãe. Só que… eles acabam juntos! Mesmo com tanta especulação por aí de que esse seria o final, eu me recusava a acreditar porque estava presa ao título. Quando a Penny falou aquela frase do começo do post foi que eu entendi que passei nove temporadas vendo a série pela perspectiva errada, porque isso nunca foi sobre como Ted conheceu a mãe dos filhos dele, sempre foi sobre a Robin.

Porque fez sentido:
Se a série terminasse com Ted e Tracy (a mãe) ainda juntos e felizes, faria sentido o Ted começar a história pelo momento em que conheceu Robin? Faria sentido ele apontar inúmeras vezes o que sentia por ela e como isso arruinou praticamente todos os relacionamentos que ele teve na vida? Se a série fosse realmente sobre a mãe, ela não teria levado praticamente nove temporadas para aparecer e mais uma temporada inteira para ter seu nome revelado. Se fosse o final clichê e seguro que muitos queriam, seria aceitável, mas pensando como um todo não teria sentido.

Mas e a evolução dos personagens?
Ok *respira*. Evolução dos personagens? Sério? Você não me viu dizer ali em cima que essa é uma série sobre a vida real? Senta aqui comigo e me conta quantas pessoas você conhece que realmente mudaram. Ted nunca esqueceu Robin, conheceu alguém que ele amava tanto, que conseguiu colocar a Robin em segundo plano, mas esquecer mesmo, não. Barney parou de dormir com todas as mulheres do planeta porque se apaixonou e ESCOLHEU ficar apenas com uma mulher. Depois que esse amor acabou (love fades e etc), por que ele não continuaria de onde parou? Pensa aí e me conta.

and_that_kids_is_how_i_met_your_mother

E assim, filhos, foi como eu conheci a sua mãe

Esquecendo o título e vendo a história pela perspectiva apontada pela Penny (e por mim), dá mesmo pra não gostar do Series Finale? Você gostou ou não? Me conta nos comentários (tô aceitando argumentos gigantes, porque UAU, olha o tamanho desse post).

CURIOSIDADE: a última cena dos filhos foi filmada ainda na segunda temporada o que significa que esse sempre foi o final planejado. Mas nunca mais tirarei o mérito de finais não planejados, ok Breaking Bad?

Se gostou do post não deixa de compartilhar nas redes sociais ou comentar ali embaixo ♥


Você viu essa série? Avalie também!
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
(7 votos, média: 5,00 de 5)

3
comentários



  • Bianca Briones
    04/04/2014 # 14:02:41

    Quando eu terminei de assistir ao episódio na segunda-feira, foi isso o que postei no Facebook:

    “Eu simplesmente AMEI o final de How I Met Your Mother! AMEI! AMEI! AMEI!

    Fiquei com medo de pegar spoilers na timeline de tanto que o povo estava reclamando e fiz algo maluco: pulei da oitava temporada para o último da nona (depois eu retomo tudo!).
    E… Gente! Por que vocês estão reclamando?
    A vida é assim mesmo, não é feita só de finais felizes e, principalmente, a menos que haja morte ainda não é final. Há recomeços.
    O que a série mostrou foi algo tão repleto de esperança que fiquei sem fôlego.
    A vida só termina se morrermos ou desistirmos dela.
    Na série, ninguém desistiu e isso foi LINDO!

    Achei tão perfeito que terminei aos prantos!
    Pra quem não sabe, eu normalmente crio finais alternativos para séries, filmes e até livros em minha mente se eu não gostar do resultado (Só com os meus preferidos). Esse final foi algo que eu sempre imaginei acontecendo e NUNCA pensei que seria assim.

    Enfim, a série finalizou com chave de ouro.”

    Quando alguns amigos me procuraram chocados por eu ter gostado, minha resposta sempre envolvia: Eu nunca vi Ted contando a história da mãe, apesar do título, se fosse dela seria apenas sobre ela ou em volta dela, mas não era. Era sobre ele, Robin e os outros ilustravam isso. Falar que era sobre a mãe foi o meio que ele conseguiu para mostrar aos filhos o que ele ainda sentia pela Robin, seja de forma consciente ou inconsciente, era Robin.

    Pra quem se prendeu ao título, dói mesmo perder a mãe e ver que sempre foi Robin. O que eles não entendem é que isso não quer dizer que Ted não tenha amado a mãe, ele amou muito, mas infelizmente ela morreu. Ele continua vivo e a vida não para.

    Foi o que senti com o final da série, que a vida não para quando temos um coração partido (quantos Ted teve?), que a vida não para a menos que você esteja morto.

    Ted e Robin provavelmente não dariam certo se tivessem ficado juntos antes porque queriam coisas opostas. O tempo passou, cada um conseguiu o que queria e ambos estavam prontos.

    Ah, pararei para não virar livro. haha
    Só sei que amei demais, era o que eu queria desde o início e NUNCA pensei que aconteceria. <3

    Responder

  • Fernanda
    05/04/2014 # 00:00:04

    Assino embaixo! Logo que vi fiquei um pouco chocada, já tinha me acostumado com a ideia de que eles não ficariam juntos… mas depois tudo fez sentido, era o final mais óbvio e coerente!

    Responder

  • Ana Laura
    08/04/2014 # 01:10:52

    Gostei da crítica, entendi e até aprovo o final. Mas não é o final que gostaria pra série. Para quem acompanhou as 9 temporadas, viu os “flashs” e sabe que esse final já estava preparado desde o inicio pelo os diretores. E sim, era pra ser exatamente esse final. O problema é que os diretores não esperavam é que os personagens evoluíssem tanto dentro do enredo proposto. Barney cresceu dentro da série em todos os aspectos, ele engoliu Ted no protagonismo, e o seu relacionamento com a Robin funcionou nas telas melhor do que talvez os produtores esperassem e fazendo talvez um dos momentos mais emocionantes da série (a temporada do pedido de casamento). Mas ainda sim, o final ja estava na gaveta pronto e ainda vigorava, mas acho que o maior erro dos produtores foi ter aceito extender para nona temporada, essa ultima temporada provou que Ted estava finalmente entendendo que ele e a Robin, simplesmente não funcionavam juntos e que a Tracey (a mãe) é quem ele realmente procurava e o faria feliz, nesse ponto eles deveriam ter rasgado o roteiro da gaveta e ter mudado o rumo final da série. Pra mim foi muito decepcionante, trazendo uma sensação ruim, não só pelo fato da morte da mãe mas pela frieza como a série tratou o amor do Ted por ela, e como ele, que passou mais de 10 anos buscando o amor da sua vida termiou com a pessoa mais fria e sem sal (Robin). O único fato de me fazia suportar ela é que ela e o Barney faziam um par ótimo! Nunca suportei ela com o Ted, nem sozinha, desde o começo.

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  • As Melhores Séries de 2014 | Estante Lotada
    10/01/2015 # 19:54:55

    […] vi o pôster da série e já tinha decidido assistir antes mesmo de ler a sinopse, afinal é com a Mother e o Fred! Uma das séries mais fofas que eu já vi na vida, pena que foi cancelada prematuramente. […]

    Responder

  • Top 18 – O que cargas d’água fazer no Carnaval | Estante Lotada
    14/02/2015 # 19:00:53

    […] Se atualize: Veja todos os filmes e séries possíveis e impossíveis. Vá ao cinema ver o que tem de novo, fique em casa jogadx no sofá ou na cama assistindo filmes recentes ou clássicos que nunca viu ou pretende rever. Netflix tá aí e te ama! Aproveita e vê séries que são aclamadas pela crítica tipo Breaking Bad (melhor série da humanidade) e How I Met Your Mother. […]

    Responder

  • Tag das Séries | Estante Lotada
    28/03/2015 # 19:00:55

    […] How I Met Your Mother. Fala sério, Barney, Lily pad, Marshmallow, Ted e Robin são amor infinito e o final da série é […]

    Responder

  • Wishlist Bienal 2015 | Estante Lotada
    31/08/2015 # 19:01:34

    […] Patrick Harris conquistou o mundo graças ao impagável Barney Stinson, do seriado How I Met Your Mother, sucesso no Brasil, onde é exibido pelo canal a cabo Sony. Para o personagem, a vida é sempre […]

    Responder

Deixe um comentário

*