Uma Bruxa na Cidade – Trilogia Winter 1

por • 6105 Acessos

    Livros da série Trilogia Winter:

  1. Uma Bruxa na Cidade
  2. Uma Bruxa Apaixonada
  3. A Witch Alone
Uma Bruxa na Cidade – Trilogia Winter 1

Minha Classificação:
Uma Bruxa na Cidade (Winter Trilogy, #1) goodreads
de
Publicação: em 2013
Gênero:
ISBN: 9788580448566
Título Original: A Witch in Winter
Páginas: 344
Tradução: Marcia Blasques
Compre em lojas confiáveis:
saraivafnacculturakobo
A compra pode render comissão ao blog.

Capa original

A primeira coisa que me atingiu foi o cheiro – úmido e pungente. Era o cheiro de um lugar há muito fechado, de ratos, dejetos de pássaros e podridão

[capa]

Anna Winterson acaba de se mudar para a cidade de Winter com seu pai. Eles vão morar na casa Wicker que é conhecida na região como a casa da bruxa. Anna e seu pai não ligam para os rumores e estão dispostos a fazer dar certo nesse novo lugar.  No primeiro dia de aula, Anna conhece algumas novas amigas e Seth, o garoto mais gato do colégio. 

Quando seu pai precisa passar a noite fora  para resolver alguns assuntos, Anna convida as novas amigas para dormirem com ela e assim não passar a noite sozinha. Quando as meninas encontram um antigo grimório, decidem fazer um encanto de amor que está nas páginas, apenas de brincadeira e assim todas elas pensam em um menino e fazem o feitiço. Anna acaba pensando em Seth, afinal para ela nada daquilo iria funcionar mesmo, porém na segunda-feira, Seth aparece totalmente apaixonado por ela e o pior de tudo é que nenhum dos outros feitiços funcionou, só o dela.

– Sei que na verdade se chama Casa Wicker, mas ninguém jamais a chama assim. Sempre foi conhecida como Casa da Bruxa, assim como a floresta sempre foi conhecida como Floresta da Bruxa.

Eu ADORO livros de bruxas e fico sempre rondando para saber se tem algum lançamento com essa temática, logo esse livro tinha tudo para me ganhar, mas me decepcionou. No começo somos apresentados a vários personagens que são esquecidos no meio do caminho e que parece que eles foram aparecendo conforme a autora precisava de algum desenrolar da história e logo sumiam de novo. E os que são recorrentes ficaram rasos e de novo a impressão é que eles foram criados para algum evento especifico e por isso não foram desenvolvidos .

O problema é que a autora foca muito no romance e esquece um pouco de todo a confusão que está rolando na cidade, e você pensa “com certeza não é possível que uma pessoa se preocupe com isso, enquanto tudo está ruindo ao seu redor”, e portanto não simpatizei com a personagem principal. Já Seth é um ótimo personagem, com atitudes condizentes com sua personalidade.

Uma onda de desespero tomou conta de mim. Faríamos bem em ir embora. Faríamos bem em desistir. Estávamos todos condenados.

 A autora tinha tudo para desenvolver uma história fantástica, com uma protagonista no mínimo decidida, mas em algum momento da narrativa ela se perdeu e deixou vários fios jogados no ar. Mesmo sendo uma trilogia, em que nem tudo se responde no primeiro livro, a minha impressão é que a autora não explicou nada e foi tudo um grande prólogo. Faltando mais ou menos um terço para o final, a história melhora e traz cenas de ação e você consegue ter um pequeno vislumbre do “plano maior” da história, dando a entender que talvez nos próximos volumes a autora possa nos surpreender.

Se gostou do post não deixa de compartilhar nas redes sociais ou comentar ali embaixo ♥


Você leu esse livro? Avalie também!
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
(4 votos, média: 4,75 de 5)




Deixe um comentário

*