Top 5 – Autores que não gostaram da adaptação de seus livros

Por 4067 Acessos

Tava aí achando que era só você que se irritava com algumas adaptações? Saiba que alguns autores também se irritam e MUITO! Você vai me dar razão quando chegar ao fim do post.

 

Forrest-Gump-O-Contador-De-HistóriasFORREST_GUMP_Winstom_Groom5° lugar
Livro: Forrest Gump – O Contador de Histórias, Winston Groom
Filme: Forrest Gump – O Contador de Histórias, Robert Zemeckis

Insatisfeito com a forma como Hollywood tratou Forrest Gump omitindo pontos importantes e suavizando a linguagem e o sexo, o autor começou a sequência (sim, tem sequência) com algo como “Nunca deixe alguém fazer um filme sobre a história da sua vida” e “Tendo eles acertado ou errado, não importa”. Ele processou pelos 3% prometidos em contrato e nunca pagos porque os produtores alegaram que após pagar os custos da produção e propaganda, não tiveram nenhum lucro. Para piorar o autor não foi mencionado em nenhum dos discursos dos seis Oscars que o filme levou.

 

o-iluminadoo-iluminado4° lugar
Livro: O Iluminado, Stephen King
Filme: O Iluminado, Stanley Kubrick

Essa é de fazer qualquer aficionado por cinema cair pra trás, afinal “O Iluminado” é um clássico elogiado por muitos (Here’s Joohnnyyyy!).

“Eu admirava Kubrick há muito tempo e tinha grandes expectativas para o projeto, mas fiquei profundamente desapontado com o resultado final. O diretor não conseguiu captar o visual puramente mau e desumano do Overlook Hotel. Em vez disso ele colocou a maldade nos personagens e transformou o filme numa tragédia doméstica com apenas alguns toques sobrenaturais. Essa foi a falha básica: ele não acreditava, portanto não conseguiu deixar o filme crível para os outros.” Ele também não ficou muito feliz com a atuação de Jack Nicholson – o autor queria que ficasse claro que Jack Torrance não era louco até chegar ao hotel e sentiu que Nicholson fez com que o personagem fosse doido desde o início. Anos mais tarde, King se juntou ao diretor Mick Garris e fez outra versão que foi lançada direto na televisão em 1997.

 

eu-sou-a-lenda
eu_sou_a_lenda3° lugar

Livro: Eu sou a lenda, Richard Matheson
Filme: Eu sou a lenda, Francis Lawrence

Richard Matheson escreveu o livro em 1954 e desde então só tem se decepcionado com as adaptações. A primeira delas foi Mortos que matam roteirizada pelo próprio autor e com Vincent Price como astro principal (grande erro). O segundo foi A Última Esperança da Terra, com Charlton Heston, que foi o mais distante possível do livro. Com raiva dessas versões, Matheson estava pronto para desistir quando Hollywood surgiu com a versão de Will Smith em 2007. Esse último filme teve muitos elementos fantasiosos da segunda adaptação e o final completamente alterado mudando inclusive o sentido da história. Eles chegaram a filmar o final original, mas o “público teste” não reagiu bem, então eles mudaram. Para ver esse final alternativo (e bem melhor na minha opinião), é só clicar aqui. O autor, apesar de chateado, disse que foi “uma adaptação decente”.

 

Laranja-Mecanica-PosterLARANJA_MECANICA_1230857303P2° lugar
Livro: Laranja Mecânica, Anthony Burgess
Filme: Laranja Mecânica, Stanley Kubrick

Stanley Kubrick irritando autores since forever, fez Anthony Burgess dizer inclusive que se arrependeu de ter escrito o livro: “o meu livro mais conhecido, ou o único conhecido, é um romance que eu repudio: escrito um quarto de século atrás, um jeu d’esprit feito por dinheiro em três semanas, se tornou conhecido como o material que deu origem a um filme que glorifica o sexo e a violência. O filme facilita aos leitores do livro entenderem mal do que ele se trata, e o mal entendido vai me perseguir até eu morrer. Eu não devia ter escrito esse livro devido ao perigo da má interpretação.”

 

psicopata americanoO_psicopata_americano1° lugar
Livro: O Psicopata Americano, Bret Easton Ellis
Filme: Psicopata Americano, Mary Harron

Pior que eu gosto do filme então preciso desesperadamente do livro agora?

“Psicopata Americano era um livro que eu não acho que precisava ser adaptado como filme. Eu acho que o problema com Psicopata Americano é que ele foi concebido como um romance, como uma obra literária com um narrador não confiável no centro de tudo e o filme exige respostas. Você pode ser o quão ambíguo quiser com o filme, mas não importa – ainda procuramos respostas. Eu não acho que Psicopata Americano é particularmente mais interessante se você souber que ele fez ou imaginou tudo o que aconteceu. Eu acho que a resposta pra essa pergunta deixa o livro infinitamente menos interessante”




  • Denise Ayres
    26/10/2013 # 11:45:31

    Excelente e surpreendente post!

    Responder

  • Joshua Guimarães
    27/10/2013 # 18:16:32

    Gostei muito do post, pois sinceramente, eu desconhecia a opinião dos autores quando ás adaptações de seus livros. Seria bom se você mencionasse adaptações mais atuais, como Percy Jackson e etc…

    Responder

    • Cibele Ramos
      27/10/2013 # 21:10:19

      Oi Joshua,
      tem filme nessa lista que tem quase a mesma idade de Percy Jackson :)
      E das entrevistas que consegui encontrar, esses foram os que mais me chocaram porque, dos que me lembro, considerei os filmes bons.
      Beijos ;*

      Responder

Trackbacks/Pingbacks

Deixe um comentário

*