Morra Por Mim – Revenants 1

por • 4851 Acessos

    Livros da série Revenants:

  1. Morra Por Mim
  2. Até que eu Morra
  3. Die for Her (Revenants 2.5)
  4. If I Should Die
  5. Die Once More (Revenants 3.5)
Morra Por Mim – Revenants 1

Minha Classificação:
Morra Por Mim (Revenants, #1) goodreads
de
Publicação: em 2013
Gêneros: ,
ISBN: 9788562525940
Título Original: Die for Me
Páginas: 424
Tradução: Martha Argel
Compre em lojas confiáveis:
saraivaculturabwb
A compra pode render comissão ao blog.

Capa original

Como comentei no twitter, eu li esse livro na época do lançamento americano, o que significa que li em inglês, portanto não posso opinar sobre a edição nacional. As quotes abaixo foram traduzidas por mim e não sei como ficaram na edição da Farol.

[capa]

Morra por Mim é narrado em primeira pessoa por Kate que perdeu os pais num acidente (sim, isso também aconteceu em Para Sempre). Ela e a irmã então vão morar com os avós em Paris. Enquanto a irmã se recupera do luto saindo todas as noites e fazendo novas amizades, Kate passo o tempo todo em casa lendo. A avó preocupada diz que Kate pode continuar lendo, desde que faça isso fora de casa. Ela decide levar o livro para um Café perto de casa e é lá que conhece Vincent. Eles trocam alguns olhares e ela não consegue parar de pensar nele. Até que ela o vê pulando de uma ponte (com zero chances de sobreviver) e depois o encontra andando normalmente pelas ruas de Paris. O que terá acontecido? Teria sido uma alucinação ou Vincent não é uma pessoa como as outras?

“Eu temia que o amor fosse me deixar vulnerável. Em vez disso me deixou mais forte.”

Como eu sempre digo ao mencionar esse livro, se você gosta de Crepúsculo e Os Imortais, Morra Por Mim é o livro pra você. Todos aqueles clichês presentes nesse livros e que me tiram do sério (protagonista insegura, criatura-centenária-em-um-corpo-adolescente perfeita, amor à primeira vista, “ei, ele tá me seguindo o tempo todo. Que coisa normal, saudável e aceitável. ELE ME AMA”, clichês, clichês, clichês) estão presentes aqui. A história que serve como pano de fundo, e se passa toda em Paris, é até bem interessante e toda a história dos Revenants tinha grande potencial, mas quando a autora se deixou levar pelos elementos citados acima, tudo o que antes pareceu tão interessante perdeu o apelo pra mim.

“Somos todos almas perdidas aqui. É bom termos um ao outro”

Não tem nada de surpreendente no desenvolvimento da história, tudo é MUITO óbvio e absolutamente nenhum desenvolvimento de personagem. Ninguém amadureceu, ninguém evoluiu. No final tudo o que acontece é você se perguntando o que a Bella Swan está fazendo nesse novo universo. Dei duas estrelas pra esse livro apenas por 1) Paris e 2) Revenants que são “criados” por motivos diferentes dos mortos-vivos de outras histórias.

Se gostou do post não deixa de compartilhar nas redes sociais ou comentar ali embaixo ♥


Você leu esse livro? Avalie também!
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas




  • Joshua Guimarães
    28/06/2013 # 13:13:44

    Eu não fiquei tão interessado no livro, apesar do título ter me chamado a atenção. Depois de sua resenha descobri que a série não vai funcionar comigo. Não gosto de livros que usam a sobrenaturalidade para explicar tudo, quer dizer, tudo bem, é ficção, mas tem vezes que a ficção tem que ser usada de forma certa, não basta dizer “Ele tem mais de 300 anos por causa de maldição de um mago e só eu posso quebrar”, tipo, é bem isso… e segundo, são os clichês demais e o romance banal.

    Mas pra quem gosta do estilo literário, pode até ler com empolgação, mas eu passo o livro. Ótima resenha \o/

    Responder

  • Janne
    28/06/2013 # 14:57:29

    Sério q é tão clichê assim? Achei que livros nesse contexto já estavam saindo da modinha. E olha que ouvi muitos rumores sobre esse livro, q era muito bom e coisa e tal. Gosto da saga Crepúsculo, gostei dos dois primeiros livros de Os Imortais, mas acho que esse tipo de leitura tb já me cansou. Mas a capa tá linda =)

    Bjoks!

    Janne

    Responder

Deixe um comentário

*