Amada Imortal – Amada Imortal 1

por • 4267 Acessos

    Livros da série Amada Imortal:

  1. Amada Imortal
  2. Cair das Trevas
  3. Inimigo Sombrio
Amada Imortal – Amada Imortal 1

Minha Classificação:
Amada Imortal (Amada Imortal, #1) goodreads
de
Publicação: em 2012
Gêneros: ,
ISBN: 9788501092656
Título Original: Immortal Beloved
Páginas: 280
Tradução: Regiane Winarski
Compre em lojas confiáveis:
saraivaculturakobo
A compra pode render comissão ao blog.

Capa original

Amada Imortal é o primeiro volume da trilogia de mesmo nome. Nastasya é uma imortal de 449 anos que aproveitou muito seus séculos de vida ao lado de seus fiéis amigos, com muito dinheiro, festas e drogas. Porém depois de um incidente marcante, ela decide fugir e se isolar num local de reabilitação para imortais rebeldes e lá conhece o sexy Reyn, que ao mesmo tempo em que a deixa extremamente atraída, a intriga por parecer muito familiar. A partir disso, Nastasya começa a viver para valer, mas sua (tentativa de) vida pacata é perturbada por alguém que a quer morta.

[capa]

Esse livro é: AMOR ETERNO. Sim, eu vou levar esse amor para o meu túmulo. Nastasya é uma personagem cativante, que não é nem um pouco estereotipada, é rebelde, sincera e não leva desaforo para casa. Ela é engraçada demais; me pegava gargalhando desse livro sem nem mesmo sentir! Ela é do tipo que faz você se identificar com o que ela pensa, com o que ela quer, sem ser cansativa e nem chata como muitas protagonistas por aí.

Ainda sou bem fluente em umas cinco línguas […] e sei falar palavrões de forma expressiva em outras três. E eu estava fazendo isso. Pág. 195-196

Como ela é imortal, ela é bem camaleoa e o livro, além de contar o presente também rebusca o passado dela, através de memórias da própria Nastasya. Cate Tiernan escreve incrivelmente bem e faz com que você queira muito saber o que vai acontecer, mesmo sendo no contexto de uma clínica de reabilitação. E tem Reyn. Ah, Reyn, um deus Viking (como Nasty mesmo gosta de dizer) que é o retrato da perfeição masculina porém rude e mal encarado, que a quer fora de lá, mas ela não deixa de se sentir muito  atraída por ele. Ainda me perguntando cadê meu viking que nunca aparece…

 E essa vida e eu, de repente, éramos muito mais sombrios e repugnantes e perigosos que eu tinha percebido. Pág. 19

Na clínica de River, nem todo mundo gosta de Nasty mas isso não faz com que ela se retraia ou algo assim: ela é perseverante e está sempre batalhando contra o mal inerente presente em todos os seres humanos para poder ser uma pessoa melhor, apesar de de vez em quando praticar umas pequenas maldades inofensivas que te fazem rir loucamente nesse conflito interior dela. Ai, como eu me orgulhei de mim mesma por ter comprado esse livro hahahahaha!

Um dia é feito de milhares de decisões, a maioria pequena, desimportante, algumas enormes. Com cada uma, você tem a chance de trabalhar em direção à luz ou afundar em direção às trevas. Pág. 96

Esse livro foge do convencional fictício que está agora em vigor e eu acho que muitas outras pessoas deveriam se dar o deleite que é essa história! Eu adoro essas coisas que fogem da moda, e já vi que tem várias blogueiras que amaram muito esse livro também. Merece muito essas  5 estrelas, e aguardo ansiosamente a continuação que deve ser lançada em julho pela Galera.

Espero que tenham gostado da resenha.
Mil beigos!

Se gostou do post não deixa de compartilhar nas redes sociais ou comentar ali embaixo ♥


Você leu esse livro? Avalie também!
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
(1 votos, média: 5,00 de 5)




  • Janaina Alves
    03/04/2013 # 16:22:04

    Parece ser bem diferente do que eu imaginava pelo título, mas também gosto de livros que fogem do convencional, principalmente nessa moda de vampiros (apesar de ter entendido que ela não é uma vampira, né? Só imortal mesmo)… hehehe.. Amei a resenha, vou colocar o livro na minha lista :D

    Responder

  • Juh Claro
    03/04/2013 # 17:06:07

    Eu sou apaixonada pela capa desse livro, mas confesso nunca ter procurado mais de uma resenha. Adorei a sua e já coloquei na wishlist pra quando puder adquiri-lo, é bom saber que ele sai um pouco do estilo dos livros ‘modinha’, bom saber que ainda tem autores criativos :P

    Beijos!

    Responder

  • Maju Raz
    03/04/2013 # 17:50:35

    Ameeei essa capa! =D
    Adorei a resenha ;)
    Abraços!

    Responder

  • Janne
    04/04/2013 # 10:35:37

    Depois desse post ando bem tentada a ler esse livro, hein! Principalmente por conta desse tal deus viking aí, kkkk
    Mas parece ter mesmo uma história bacana e personagens divertidos, e isso numa leitura é sempre interessante.

    Bjoks =)

    Responder

  • Vanessa Grandin
    04/04/2013 # 11:01:05

    Comprei esse livro por causa da capa que é linda mas ainda não li e nem tinha vontade ler , pelo ,menos por enquanto. Mas já são várias resenhas que leio elogiando esse livro e vou lê-lo em breve…..
    A sua resenha despertou a curiosidade!

    Responder

  • Fábrica dos Convites
    09/04/2013 # 07:16:59

    Tenho muita curiosidade em relação a este livro, ainda mais por ler resenhas tão contraditórias.
    Bjs, Rose.

    Responder

  • Ana Paula
    30/05/2013 # 21:17:11

    Amei o livro!!
    e sua resenha está perfeita ‘)
    Parabéns

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

Deixe um comentário

*